Provas no Kartódromo Luigi Borghesi podem ser utilizadas como treino para a Copa Brasil

O Kartódromo Luigi Borghesi (AKRL)

Com quatro etapas, marcadas para Londrina entre março e novembro, o Campeonato Paranaense Light volta a ser uma das atrações de mais uma temporada do kartismo no Estado do Paraná. E além da bela organização e grids cheios, a competição terá outros atrativos em 2020.

Promovido pela Associação dos Kartistas da região de Londrina (AKRL) e supervisionado pela Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), o Paranaense Light terá suas provas utilizadas também como preparação para a Copa Brasil, marcada para Londrina no mês de outubro. Além disso, em setembro Londrina promoverá o Open da Copa Brasil em evento específico para este fim.

Vão participar as categorias Cadete (para pilotos Mirim e Cadete), 125 Sprinter (Júnior Menor e Júnior), Graduados, 125 Master (Novatos, Sênior A e B e Super Sênior), F4 Graduados, F4 Sênior, Super Sênior e F4 Super Sênior Master.

As inscrições – para pagamento até 22/3 – custarão R$ 390,00 (com combustível) para as categorias F4, R$ 150,00 para Mirim e Cadete (com combustível) e R$ 350,00 (sem combustível) para as categorias 125cc. Após esta data, os valores aumentam R$ 100,00 em cada categoria. O depósito deste valor deverá ser feito no Banco Itaú, agência 1555, conta 36595-4, em nome da AKRL, CNPJ 04.472.915/0001-50.

Os motores serão fornecidos por sorteio pela RBC e terão custo de R$ 250,00 por etapa para a Mirim e Cadete, R$ 450,00 por etapa para as F4 e R$ 720,00 por etapa para as categorias 125cc. Para quem disputar as quatro etapas, a RBC propõe um pacote com desconto no valor de R$ 600,00 (em até 4 vezes no cartão) para a Mirim e Cadete e R$ 1.480,00 para as F4, valor que pode ser pago em até 10 vezes no cartão. Assim, a Mirim e Cadete terão custo por etapa de R$ 150,00 e as F4 um custo unitário de R$ 370,00.

Serão disputadas duas baterias por etapa e o sistema de pontuação será diferenciado entre baterias. Além disso, a 4ª e última etapa oferecerá uma pontuação maior que as três primeiras, fazendo com que o título seja decidido apenas na rodada final.

A RBC, fornecedora dos motores, premiará os vencedores da 1ª, 2ª e 3ª etapa nas categorias Cadete, F4 Graduados e F4 Sênior com a isenção na locação de um motor para as rodadas seguintes, respectivamente. E nas categorias 125cc Sprinter e Master será sorteada entre seus pilotos a isenção na locação de um motor durante a 1ª, 2ª e 3ª etapa, a ser usada sempre na etapa seguinte.

Vagas para o Brasileiro – O Campeonato Paranaense Light oferecerá uma vaga para a disputa do Brasileiro na Codasur Júnior, com subsídio de isenção do custo de pneus e aluguel de motor, ao primeiro colocado na 125 Sprinter – obedecendo o critério de idade – após a disputa de sua 2ª etapa.

Esta premiação se estende ao líder da Sênior A, que ganhará uma vaga subsidiada na Codasur. E ao líder na Graduados, que poderá disputar o Brasileiro na OK, onde pagará R$ 1.300,00 pelo aluguel de motor.

Além disso, o líder de cada uma das categorias F4 ganhará isenção do aluguel de motor para o Brasileiro.

Faça o download do regulamento do Paranaense Light em http://www.kartmotor.com.br/downloads/regulamentos.

E confira o calendário:
1ª etapa – 28 de março
2ª etapa – 23 de maio
3ª etapa – 15 de agosto
4ª etapa – 21 de novembro

KG COM Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Estreante na Cadete, Biel Daum conquista o TOP 7 no Paranaense de Kart

Biel Daum (AD Moveis) é ousado. Com 8 anos de idade e poucos meses de kart ele já particip…