Principal Matérias Velocidade no Asfalto Caio Collet inicia importante capítulo em sua carreira e disputa 1ª etapa da FIA F3 em Barcelona

Caio Collet inicia importante capítulo em sua carreira e disputa 1ª etapa da FIA F3 em Barcelona

Piloto de 19 anos fará sua estreia em uma das principais categorias de acesso à Fórmula 1

Caio Collet estreia na FIA F3 em Barcelona (Dutch Photo Agency)

Chegou a hora. Neste final de semana (8 e 9), o paulista Caio Collet dá mais um importante passo em sua carreira e estreia na FIA F3. O piloto de 19 anos, que integra a Alpine Academy, estará entre os 30 competidores do grid.

A 1ª etapa da temporada, em rodada tripla, acontecerá no circuito de Barcelona. Os jovens pilotos farão a preliminar do GP da Espanha de Fórmula 1. As atividades no traçado de 4,655 km terão início na sexta-feira (7), com treino livre e a definição do grid para a corrida 3 (que acontecerá no domingo, às 7h05 de Brasília).

No sábado, as corridas 1 e 2 terão seus grids definidos da seguinte forma: na primeira valerá o resultado do classificatório com os 12 primeiros invertidos. Na segunda, o resultado da corrida 1, invertendo novamente os 12 primeiros. As provas de sábado terão suas largadas às 5h05 e 8h35 (de Brasília). As três provas terão a duração de 40 minutos cada (veja abaixo mais detalhes sobre o formato das corridas e pontuações).

Brasileiro correrá pela equipe MP Motorsport (Alpine Academy)

O canal Bandsports transmitirá todas as atividades do final de semana – inclusive os treinos livre (5h05) e classificatório (8h35) de sexta-feira – ao vivo para o Brasil.

Collet fará sua estreia pela equipe holandesa MP Motorsport, que dominou os dois testes da pré-temporada. O brasileiro foi o melhor nos treinos na Áustria e seu companheiro, o francês Victor Martins, liderou as sessões em Barcelona.

Nos testes na Espanha, Collet foi o oitavo no primeiro dia e terminou em 12º no segundo. Somando as voltas completadas na Áustria e Espanha, foram quase 400 voltas e muito aprendizado e coleta de dados.

“Estou bem animado para a primeira corrida, até um pouco ansioso para iniciarmos logo o campeonato”, declarou. “Acho que mostramos uma boa competitividade, tanto eu quanto a equipe, então acredito que estamos bem preparados. Lógico, que corrida é diferente de teste, mas vamos trabalhar muito para termos um fim de semana positivo”, continuou o brasileiro, que terá de se acostumar a um novo formato de disputa, que exigirá ainda mais estratégia dos pilotos e equipes.

“Teremos só um treino livre e vamos direto para a classificação. Depois são três corridas, duas com grids invertidos. É um formato totalmente novo para mim. Então, também preciso estar bem preparado mentalmente, para lidar com todas essas situações novas”, lembrou.

Apesar de já ter feito algumas provas junto com a Fórmula 1 no passado (em 2020, inclusive, venceu na preliminar em Ímola pela F-Renault Eurocup), Collet também vê com entusiasmo o fato de dividir a pista com a principal categoria do automobilismo em todos os finais de semana.

“Já tive algumas experiências, correndo junto com a Fórmula 1 e, sem dúvida, é muito especial”, ressaltou. “Agora também teremos a transmissão das corridas ai no Brasil e vai ser muito legal ter a torcida de todos”, finalizou Collet, que iniciou sua carreira no kart aos sete anos e colecionou diversos títulos e conquistas na modalidade.

Nos monopostos, o piloto foi campeão da Fórmula 4 Francesa em 2018, campeão da Fórmula Renault Eurocup entre os rookies em 2019 e vice-campeão geral da categoria no ano passado.

A programação para a 1ª etapa da FIA F3 (Horários de Brasília):

Sexta-feira, dia 7
5h05 às 5h50 – Treino Livre
8h35 às 9h05 – Classificatório

Sábado, dia 8
5h35 – Largada Corrida 1
11h45 – Largada Corrida 2

Domingo, dia 9
7h05 – Largada Corrida 3

Confira alguns detalhes do carro e das corridas da FIA F3:

Formato do Final de Semana
– Na sexta-feira, os pilotos participam de um treino livre e o classificatório, que definirá o grid de largada da corrida 3 (no domingo)
– No sábado, acontecerão as corridas 1 e 2
– O grid da corrida 1 será definido pelo resultado do classificatório de sexta-feira, mas com os 12 primeiros invertidos
– Já para o grid da corrida 2 valerá o resultado final da corrida 1, também com os 12 primeiros invertidos
– As três corridas terão a duração de 40 minutos cada

Pontuação
– O piloto que marcar a pole position na sexta-feira receberá quatro pontos
– Nas corridas 1 e 2, os 10 primeiros colocados marcam pontos (15, 12, 10, 8, 6, 5, 4, 3, 2, 1)
– Na corrida 3, a pontuação será maior, já que não haverá grid reverso e valerá a classificação de sexta-feira (25, 18, 15, 12, 10, 8, 6, 4, 2, 1)
– Em cada corrida, o piloto que fizer a melhor volta receberá dois pontos, desde que esteja entre os 10 primeiros ao final da disputa. Se ele estiver da 11ª posição em diante, não ganhará os pontos
– Nesta temporada, o máximo de pontos no final de semana para um piloto subiu de 48 para 65

Sobre o carro
– 30 carros idênticos no grid

– Chassis: Dallara Automobili
Monocoque de carbono, em conformidade com os padrões de segurança FIA F3 2019
Asas dianteiras e traseiras feitas de material composto de carbono

– Motor: Mecachrome 6 cilindros 3,4 litros aspirado com 380 cavalos de potência a 8000 rpm

– Caixa de Câmbio: seis marchas longitudinal, desenhada pela Hewland
Comando eletro-hidráulico da Magneti Marelli por meio de paddle shift no volante

– Pneus: Pirelli (três compostos: duro, médio e macio). Os pilotos possuem cinco jogos de pneus para seco e dois para molhado por evento

– Performance: 300 km/h de velocidade máxima

– DRS
Os pilotos podem usar o Sistema de Redução de Arrasto (DRS) como desejarem dentro das zonas DRS designadas durante os treinos livres e classificação.
Durante as corridas, no entanto, os pilotos só poderão ativar o DRS dentro das zonas designadas quando estiverem a menos de um segundo do carro da frente no ponto de detecção.
Além disso, durante a disputa, o DRS estará disponível para uso após duas voltas, a menos que seja decidido de outra forma pelo diretor de prova, devido às más condições climáticas ou bandeiras amarelas nas zonas DRS designadas.
As zonas DRS serão as mesmas usadas na Fórmula 1, em todos os circuitos do calendário.
As mesmas regras de segurança se aplicam: o DRS é desativado no final das zonas designadas e se o piloto usar os freios ou liberar o acelerador após a ativação.

Para saber mais detalhes sobre a categoria, acesse: https://www.fiaformula3.com/Latest/Tag/4FA4BZK38bvLnnFIlRB9lt/Guide-To

Mais informações:
www.caiocollet.com.br
www.facebook.com/caio.collet
www.twitter.com/caio_collet
www.instagram.com/caiocollet

FGCom Assessoria de Imprensa
Fernanda Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Com 4 vitórias em 4 provas, Enzo Gianfratti defende em SP liderança da Super na Copa Shell HB20

Piloto de apenas 18 anos tem quatro triunfos em quatro corridas disputadas e é o líder do …