Piloto da KTF Sports pontuou em duas das três corridas em Red Bull Ring

Divulgação (Prema Power Team | Divulgação)

Neste fim de semana o Autódromo de Red Bull Ring, na Áustria, recebeu a terceira rodada tripla da F-4 Italiana. O principal campeonato desta modalidade em nível mundial chegou à pista da cidade de Spielberg após passar por Misano em julho e Ímola, no mês passado.

Gabriel Bortoleto, após sofrer com falta de potência nas duas primeiras rodadas, teve a unidade de potência de seu carro trocada para esta etapa e, com isso, chegou bastante animado para as provas de Red Bull Ring.

Representando a KTF Sports e com suporte técnico da equipe Prema Power Team o jovem brasileiro começou bem nos treinos livres, estando sempre no TOP10 entre os 31 concorrentes inscritos para a prova. Nos dois treinos livres Bortoleto foi respectivamente o oitavo e sexto e seguiu confiante para a tomada de tempos.

Confiante num bom resultado na classificação o piloto registrou o tempo de 1m31s336 que lhe garantiu a quinta posição para a primeira largada. Na segunda corrida ele partiu da décima posição e, na terceira, do nono lugar.

A primeira prova do fim de semana foi disputada ainda no sábado. Após boa largada Gabriel manteve-se na quinta posição e já seguia para atacar os adversários quando, após grande enrosco na primeira curva, o safety-car foi acionado. Após nove minutos até que a pista fosse liberada o brasileiro, na relargada, acabou sendo superado e caiu para sexto. Ainda nesta volta o Safety foi novamente acionado em virtude de acidente na curva 3. Mais cinco minutos se passaram e novamente a corrida foi liberada faltando apenas 15 minutos para o fim. Atento e muito bem posicionado Gabriel manteve-se em seu posto e seguiu sua corrida. Junto ao primeiro pelotão ele ficou até a penúltima volta quando acabou sendo superado e terminou a corrida no sétimo lugar.

Na segunda corrida, disputada na manhã de domingo, Bortoleto largou do décimo lugar. Com a garra de sempre o piloto partiu para corrida de recuperação e, mesmo diante das dificuldades do motor ainda com problemas de potência, ele superou três concorrentes e finalizou a disputa de novo em sétimo.

A última largada do fim de semana foi no início da tarde de domingo e Gabriel largou da quinta fila, na nona posição. Com reflexo muito veloz o piloto pulou para sétimo, porém, na primeira curva, foi atingido em cheio por um concorrente e acabou caindo para o 26º lugar. Com a sorte da batida não ter avariado o seu carro o paulista de apenas 15 anos fez grande corrida de recuperação, superou nada menos que 13 concorrentes com direito a ultrapassagem tripla na penúltima volta e, com isso, recebeu a bandeirada final em 13º.

“A primeira corrida acho que foi legal para a minha performance. Apesar de ainda termos problema de potência consegui fazer uma corrida digna. Na segunda bateria fiquei preso atrás de uns pilotos mais lentos e, na hora que consegui deixá-los para trás, fiz uma bora recuperação e terminei em sétimo. Na última corrida, infelizmente, o Montoya – meu companheiro de equipe, acabou me batendo na curva um e me jogou para fora da pista. Fiz o meu máximo, ganhei muitas posições e, para o meu crescimento de pilotagem, foi bom. Não era o resultado esperado, mas, vamos com força para o quarto desafio do ano”, comentou o piloto do carro #85.

A F-4 Italiana retomará o seu calendário daqui há três semanas. Desta vez o desafio será o veloz autódromo de Mugello, entre os dias 02 e 04 de outubro.

Fotos: Prema | Divulgação

Assessoria de Comunicação do piloto Gabriel Bortoleto
Quick Comunicação e Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

AKSP decide neste domingo em Interlagos o primeiro turno

Luciano Montanhez (Graduados), Edu Abrantes (Sênior) e Marcelo Costa (Light), empatado com…