Piloto teve atuação de destaque em final de semana de muita disputa em Goiânia

Foto: Rodrigo Aguiar Ruiz

Se o final de semana da Copa HB20 foi considerado histórico por conta da maratona de provas e do recorde de pilotos inscritos e carros alinhados no grid, para Chris Bornemann ele teve a mesma importância e significado, mas por motivos diferentes: na corrida 2 deste domingo (16), o piloto – que largou na pole position – pisou fundo, segurou o pelotão de ponta a ponta e cravou o P4 da classificação geral, subindo, pela primeira vez, ao pódio da competição.

Corridas 1 e 2- Etapa 2:

No primeiro dia de provas no Autódromo Internacional de Goiânia, Chris Bornemann fechou o classificatório na 9ª posição. Largando na quinta fileira, o piloto encerrou a corrida 1 no P12 e repetiu a atuação na corrida 2, encerrando a participação na 12ª colocação na classificação geral.

Foto: Rodrigo Aguiar Ruiz

Corridas 1 e 2 – Etapa 3:

Na tomada de tempo deste domingo (16), Chris Bornemann ficou com o P15, largando da oitava fileira do grid para a corrida 1 e encerrando a prova na 10ª posição. Para a corrida 2, o HB20 #343 largou na pole position e o piloto fez valer a vantagem. Numa corrida de superação, Chris segurou o pelotão durante boa parte da prova e, apesar de problemas com o câmbio, recebeu a bandeira quadriculada na quarta colocação, garantindo – com muita emoção – o seu primeiro pódio na categoria.

Diante da intensidade da verdadeira maratona de provas disputadas pelos pilotos no final de semana de altas temperaturas em Goiânia, Chris fez questão de exaltar a conquista, marcada por muita alegria e emoção, e exaltar a evolução resultante do trabalho realizado durante as etapas.

Créditos: Alessandra Seidel
Fotos: Rodrigo Ruiz

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Em Goiânia, Léo Sanchez mira Top 3 da classificação

A Porsche GT3 Cup chega à Goiânia, neste fim de semana para a disputa da quinta etapa da t…