Vice-campeão brasileiro de kart, Augustus Toniolo teve problemas com seu kart e foi então que seu adversário Jack Iliffe colocou à disposição seu kart reserva para o piloto brasileiro correr no principal campeonato de kart dos EUA

Augustus Toniolo guiando outro chassi durante o SKUSA (Todd McCall/ RF1)

Um bonito gesto de uma família norte-americana emocionou o piloto brasileiro Augustus Toniolo, estreante no SKUSA Pro Tour, o principal campeonato de kart dos EUA. Após um problema com o kart do piloto brasileiro de apenas 9 anos, o adversário Jack Iliffe e seu pai Matt decidiram colocar à disposição o kart reserva para o rival acelerar nas provas finais da competição.

Augustus agradeceu o gesto da família Iliffe e, de quebra, ainda cruzou a linha de chegada em primeiro lugar na Pré-Final no circuito de Indiana – o brasileiro acabou conseguindo correr com um chassi próprio, mas nem por isso a atitude do rival deixou de ser um grande destaque.

“Foi um gesto muito bonito e difícil de se ver um esporte tão competitivo e individualista como é o kartismo. Nós tivemos uma quebra do nosso kart antes das finais e não teríamos mais como correr essa etapa que lutamos tanto para chegar e conseguir entrar nos Estados Unidos. Depois da prova eles ainda tiveram a humildade de vir ao nosso box para me parabenizar pelo meu desempenho na Pré-Final. Vou levar essa história comigo como aprendizado para o resto da minha carreira”, disse Augustus.

Olin Galli, Carlos Iaconelli, Mazinho Oliveira e Augustus Toniolo (Divulgação/ RF1)

Vice-campeão brasileiro de kart em 2019 e campeão paranaense, Augustus faz sua primeira temporada internacional neste ano. O piloto estreou com pódio no SKUSA Winter Series com o segundo lugar na Flórida em fevereiro e vinha se adaptando rapidamente ao kartismo americano quando veio a pandemia do coronavírus, ficando praticamente cinco meses sem competir. Logo em seu retorno, Augustus recebeu a bandeirada em primeiro lugar na Pré-Final do SKUSA no último final de semana. Por ter tomado uma punição, acabou largando na quarta posição na final e cruzou a linha na sexta colocação geral da etapa na categoria Micro.

“Também gostaria de agradecer todos que trabalharam muito no acerto do meu kart para que pudesse conquistar esse resultado, especialmente o Mazinho Oliveira, meu coach Olin Galli e o Carlos Iaconelli da Piquet Sports. Eles foram fundamentais por terem ficado até de madrugada trabalhando sem parar para que eu pudesse entrar novamente na pista”, diz Augustus, que conseguiu competir com um kart próprio e não chegou a precisar usar o chassi reserva do rival na prova de Indiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Mittag Motores terá motores à venda após o encerramento do Campeonato Brasileiro de Kart

Contatos podem ser feitos ao vivo no Kartódromo Speed Park ou através de Whatsapp Dona de …