Com uma perspectiva positiva para o cenário delicado que vivemos atualmente, em conta do Coronavírus, o Sertões 2020 anunciou uma nova data: 7 a 15 de novembro. A 28º edição do evento, considerado o maior rali do continente, terá a participação da Pro Tork – maior fabricante de motopeças da América Latina e líder mundial na produção de capacetes -, dentro e fora da disputa.

A empresa paranaense é patrocinadora oficial da prova e compartilha com ela sua filosofia baseada em velocidade, adrenalina, emoção e superação. Além disso, estará representada por nomes que são referência nacional e até internacional, como Lincoln Berrocal, o piloto mais velho a completar uma edição do Dakar – a maior prova off road do mundo.

“É uma alegria poder retornar ao Sertões, competição que conheço de perto desde o início dos anos 2000. No ano passado eu enfrentei problemas na etapa maratona e acabei perdendo 12 horas, o que me custou posições na classificação final, mas a experiência foi importante ao desafio que tive alguns meses depois: o Dakar 2020, na Arábia Saudita”, destaca Berrocal.

Outro atleta experiente no assunto é Rafael Espíndola, atual campeão da categoria Rally Brasil. “Estou animado com a possibilidade de mais um título, buscando a melhor forma de me preparar, lidando com as restrições da quarentena. Apesar de diminuir a intensidade dos treinamentos, sigo com atividades físicas diárias, com exercícios básicos e bicicleta, para atingir o melhor desempenho possível” revela.

O terceiro representante da Pro Tork é o tetracampeão Brasileiro de Enduro de Regularidade Emerson Loth, que fará sua estreia no Sertões. “Tenho estudado muito o evento, seu roteiro e características. Vou focado em fazer uma boa prova, mas sei que será uma pedreira e tanto, disputada em altíssimo nível. E é claro que estou ansioso, né? Acredito que participar é um sonho de praticamente todos os pilotos do Brasil, independente da sua categoria ou modalidade”, comenta Bomba em tom descontraído.

Sertões terá largada em São Paulo

O Sertões terá sua largada na capital São Paulo depois de 18 anos afastado do maior centro econômico da América Latina. Da megalópole os competidores partem em direção ao Ceará, encarando cerca de cinco mil quilômetros de desafios, terra, pedras e poeira.

A Pro Tork, maior fabricante de motopeças da América Latina e líder mundial na produção de capacetes, é patrocinadora oficial do evento e seus pilotos têm o apoio da NOS Energy Drink e Sportbay.

Jornalista Responsável: Daniela Burgonovo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campeonato Brasileiro de Motocross 2020 inicia com o apoio da Pro Tork

Maior fabricante de motopeças da América Latina patrocina as duas primeiras etapas da temp…