Além de faturar o dia com a dupla brasileira, equipe Monster Energy/Can-Am/South Racing segue na ponta da classificação com os norte-americanos Casey Currie e Sean Berriman

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin são os mais rápidos do oitavo dia do Rally Dakar 2020, na Arábia Saudita, com o UTV Can-Am Maverick X3. Crédito: MCH Photography

Wadi Al-Dawasir (Arábita Saudita) – O Rally Dakar 2020 teve a primeira vitória brasileira em uma etapa, nesta segunda-feira (13/1). Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, da Monster Energy/Can-Am/South Racing, foram os mais rápidos entre os UTVs (SxS) na oitava etapa da 42ª edição do principal rali do planeta. Foram 716 quilômetros percorridos no dia, 477 deles cronometrados, em um trajeto em laço em Wadi Al-Dawasir, na Arábia Saudita. Com o resultado, a dupla, que acelera o UTV Can-Am Maverick X3, subiu para a décima colocação na classificação geral da categoria, liderada pelos companheiros de equipe Casey Currie e Sean Berriman, dos Estados Unidos.

Depois de um início difícil de competição, Varela e Gugelmin, atuais campeões mundiais de Rally Cross Country da classe T3 e donos do título do Dakar em 2018 nos UTVs, passaram a fazer uma prova de recuperação, subindo posições no ranking, dia após dia. “Tudo perfeito para gente hoje, sem nenhum problema de navegação, de pilotagem ou mecânico. A especial foi bem longa e o clima estava muito frio. Conseguimos passar todos os UTVs e seguir abrindo a prova”, conta Gugelmin, navegador catarinense.

Já o piloto Varela descreve alguns detalhes do trajeto. “Encaramos dunas bem difíceis e muitas pedras em alguns trechos. Havia dunas ‘de bico’, onde muito carros e caminhões estavam atolando. Conseguimos andar bem e o Can-Am Maverick X3, mais uma vez, estava 100%”, diz o paulista de 60 anos, que participa pela sexta vez da competição.

Após oito dias, a Can-Am segue absoluta na categoria para UTVs, de olho no tricampeonato do Rally Dakar. Dos dez primeiros colocados na classificação geral, nove utilizam o Can-Am Maverick X3. Ao todo, foram 46 participantes inscritos – 33 deles utilizam veículos da marca canadense.

Nesta terça-feira (14/1), o Dakar 2020 deixa Wadi Al-Dawasir e segue para Haradh, na Arábia Saudita. O percurso total conta com 886 quilômetros, sendo 410 de especiais (trechos cronometrados). O grande desafio da nona etapa promete ser a pilotagem, dessa vez, em terreno duro e irregular.

Faltam quatro dias para o fim da competição, que tem como destino final Qiddiya, também em terras sauditas, na próxima sexta-feira (17/1). Além dos UTVs, o Dakar 2020 inclui disputas de motos, quadriciclos, carros e caminhões, que percorrerão ao fim de 12 dias 7800 quilômetros (pouco mais de 5000 km de especiais).

Rally Dakar 2020 – Categoria UTVs (SxS)

Acumulado (extraoficiais) – Dez primeiros
1 – #405 – Casey Currie / Sean Berriman (EUA) – 39:47:37 – Can-Am Maverick X3
2 – #400 – Francisco “Chaleco” Lopez / Juan Pablo Vinagre (CHI) – 40:03:17 – Can-Am Maverick X3
3 – #411 – Sergei Kariakin / Anton Vlasiuk (RUS) – 40:22:06 – Can-Am Maverick X3 

4 – #404 – Conrad Rautenbach (ZWE) / Pedro Bianchi Prata (POR) – 40:53:40
5 – #410 – Jose Antonio Lopez / Diego Gil (ESP) – 40:56:02 – Can-Am Maverick X3
6 – #427 – Austin Jones / Kellon Walch (EUA) – 41:02:07 – Can-Am Maverick X3
7 – #417 – Axel Alletru (FRA) / Francois Begun (BEL) – 41:45:06 – Can-Am Maverick X3
8 – #420 – Jesus Puras / Xavier Blanco (ESP) – 42:00:53 – Can-Am Maverick X3
9 – #419 – Aaron Domzala / Maciej Marton (POL) – 43:20:40 – Can-Am Maverick X3
10 – #402 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 43:36:15 – Can-Am Maverick X3


Resultados da 8ª etapa (extraoficiais) – Dez primeiros

1 #402 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 4:50:48 – Can-Am Maverick X3
2 – #400 – Francisco “Chaleco” Lopez / Juan Pablo Vinagre (CHI) – 4:51:10 – Can-Am Maverick X3
3 – #427 – Austin Jones / Kellon Walch (EUA) – 4:58:09 – Can-Am Maverick X3
4 – #411 – Sergei Kariakin / Anton Vlasiuk (RUS) – 4:59:05 – Can-Am Maverick X3
5 – #419 – Aaron Domzala / Maciej Marton (POL) – 5:03:58 – Can-Am Maverick X3
6 – #420 – Jesus Puras / Xavier Blanco (ESP) – 5:07:31 – Can-Am Maverick X3
7 – #405 – Casey Currie / Sean Berriman (EUA) – 5:07:33 – Can-Am Maverick X3
8 – #429 – Kees Koolen / Jurgen Goorbergh (HOL) – 5:10:11 – Can-Am Maverick X3

9 – #404 – Conrad Rautenbach (ZWE) / Pedro Bianchi Prata (POR) – 5:12:54
10 – #431 – Juan Medero (ESP) / Juan Silva (ARG) – 5:13:57 – Can-Am Maverick X3


Roteiro* Rally Dakar 2020 / Categoria para UTVs

14/1 
Etapa 9 – Wadi Al Dawasir / Haradh
Deslocamento – 476 km
Especial – 410 km
Total do dia – 886 km

15/1 
Etapa 10 – Haradh / Shubaytah – Etapa maratona
Deslocamento – 74 km
Especial – 534 km
Total do dia – 608 km

16/1 
Etapa 11 – Shubaytah / Haradh – Etapa maratona
Deslocamento – 365 km
Especial – 379 km
Total do dia – 744 km

17/1 
Etapa 12 – Haradh / Qiddiya
Deslocamento – 73 km
Especial – 374 km
Total do dia – 447 km

TOTAL DO PERCURSO – 7855 km
TOTAL ESPECIAIS – 5096 km

* As informações são fornecidas pela organização do evento e estão sujeitas e alterações.

Sobre a BRP – A BRP é líder global no segmento de veículos motorizados esportivos, sistemas de propulsão e embarcações construídos em mais de 75 anos de capacidade inventiva e foco intensivo no consumidor. O portfólio do grupo canadense é formado por produtos e marcas líderes de mercado, o que inclui as motos de neve Ski-Doo e Lynx, as embarcações Sea-Doo, os veículos on-road e off-road da Can-Am, os barcos Alumacraft e Manitou e os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP apresenta como apoio a sua linha de produtos o suporte completo em peças, acessórios e vestuário, para aprimorar ainda mais a experiência do consumidor. Com vendas anuais de US$ 4,5 bilhões em mais de 100 países, o grupo conta com força de trabalho global composta por cerca de 10.350 pessoas motivadas e engenhosas.

www.brp.com
@BRPNews

Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Alumacraft, Manitou, Maverick X3 e o logotipo da BRP são marcas registradas da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas registradas são de propriedade de seus respectivos proprietários.

Mundo Press – Assessoria de Imprensa BRP Brasil

Jornalista responsável: Ângela Monteiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Equipe do Stark/Goodyear após 5.000 km do Rally dos Sertões retorna à São Paulo

Foram sete etapas percorridas na 28ª edição do evento e 15 dias recheados de inúmeros regi…