Principal Matérias Velocidade na Terra Bruno Varela diminui diferença para o líder na Argentina

Bruno Varela diminui diferença para o líder na Argentina

Piloto brasileiro e o navegador Ênio Bozzano Júnior superaram adversidades e se recolocam briga pela vitória entre os UTVs

Bruno Varela e Ênio Bozzano Júnior conduzem seu Can-Am na Argentina
(Sanderson Pereira)

O Brasil segue na disputa por vitórias da 5ª edição do SARR – South America Rally Race, a maior prova de off road da Argentina e que é realizada em um percurso que usa trilhas do Rally Dakar realizado na América do Sul. E os brasileiros seguem na disputa pela vitória em suas categorias, restando apenas mais duas especiais pela frente. Com largada no último dia dois de fevereiro, cada especial equivale a um dia de corrida.
Após ter tido complicações na quarta especial, na qual terminou apenas em 17º, a dupla Bruno Varela/Ênio Bozzano Júnior (Can-Am Monster Energy) segue se recuperando nos UTVs e diminuindo a diferença em relação aos líderes, que agora são os argentinos Nazareno López e Lisandro Sisterna, parceiros de equipe dos brasileiros.
A diferença, que chegou a superar 40min, caiu para 22min na especial realizada ontem (8) entre La Rioja e Fiambalá, com Bruno e Ênio Bozzano Junior terminando a etapa na segunda colocação, e se mantendo na terceira posição na classificação geral após três pódios em seis especiais realizadas, sendo duas vitórias e um segundo lugar.
“Hoje, a especial foi muito completa. A gente vinha liderando até a última parcial, mas acabamos perdendo 15 minutos e encerramos em segundo lugar. Não fosse isso, a diferença para os líderes estaria em apenas sete minutos. O importante é que seguimos na briga pela Geral, mas esses minutos perdidos foram muito preciosos e acabaram nos complicando um pouco”, explicou Bruno. Os vencedores foram os argentinos Jeremias Ferioli e Gonzalo Rinaldi (Can-Am).

Nova meta – Irmão de Bruno, Gabriel Varela compete em parceria com o navegador Lourival Roldan. O duo da equipe Can-Am Monster Energy segue na competição, mas está fora da disputa pela vitória do SARR 2024 devido um problema na caixa de câmbio que lhe tirou a possibilidade de alcançar os líderes no resultado acumulado. A meta agora é auxiliar Bruno e Ênio caso tenham algum problema nas próximas especiais.
“Infelizmente nós tivemos um problema na caixa de câmbio que acabou nos tirando da disputa da prova. Com isso, nosso foco agora é ajudar o outro carro da equipe a chegar na melhor colocação possível. Como faremos a especial andando próximos, caso aconteça qualquer coisa com eles durante a etapa, nós podemos ajudá-lo a conseguir um melhor resultado e seguir na disputa pela vitória na geral”, explicou Gabriel.

Brasil lidera nos carros – A dupla brasileira Sylvio de Barros e o navegador Ramon Sacilotti, que corre com um Toyota GR Hilux DKR T1+ preparado pela equipe de Stock Car R.Mattheis, venceu mais uma especial e permanece no primeiro lugar na categoria Carros. Entre as motos, Marcos Antonio Pereira (KTM 450) ocupa a segunda colocação, atrás do atual campeão latino-americano e vice do Sertões 2023, o argentino Martin Duplessis (Honda Racing Brasil).
Até o final desta sexta-feira (9), os pilotos vão encarar um dos trechos mais desafiadores do SARR: as dunas gigantes de Fiambalá. O dia terminará na região de Aimogasta.

Por: Rodolpho Siqueira / Rodrigo Nascimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Agora não é mais expectativa, é realidade: Bulldog Racing está de volta ao rally

Depois de sete anos longe dos ralis, chegou a hora de Flávio Lunardi e Fred Budtikevitz ac…