Principal Matérias Velocidade no Asfalto Fórmula Truck terá o limite de 52 caminhões

Fórmula Truck terá o limite de 52 caminhões

Os 52 caminhões estarão divididos nas categorias GT Truck e Fórmula Truck, que terão provas separadas em cada etapa

A Fórmula Truck abrirá a temporada no dia 12 de março, com a separação dos grids das categorias GT Truck e Fórmula Truck

SANTOS (SP) – Depois de superar todas as expectativas no ano passado, a Fórmula Truck se prepara para 2023, com a abertura da temporada marcada para o dia 12 de março, em Guaporé, no Rio Grande do Sul. Uma das primeira novidades anunciadas por Gilberto Hidalgo, presidente da categoria, é o limite de 52 caminhões, sendo 26 para a categoria GT Truck e 26 para a Fórmula Truck.

Gilberto Hidalgo também informa que com 52 caminhões, as duas categorias serão separadas. Assim cada etapa terão quatro provas, duas em cada categoria, formado que proporcionará mais emoções ao público. Na categoria GT Truck estarão os caminhões com motores eletrônicos, com 800cc, mais 10%. Já a categoria Fórmula Truck abrigará os caminhões motores à bomba injetora, com potência de 700cc, mais 10%.

Gilberto Hidalgo ressalta que tem muitos pilotos interessados em ingressar na categoria por isso resolveu estabelecer o limite máximo de 52 caminhões. “Com as categorias separadas, teremos quatro provas na programação do fim de semana, o que fará com que cada etapa seja um Racing Day. Com a limitação da potência a estes patamares, buscamos a durabilidade dos motores, sem prejuízo da modernidade e trazendo economia aos pilotos e equipes. Estes motores poderiam chegar facilmente a 1.200cc. Estamos centrados em incentivar a dar apoio às novas equipes”, declara Gilberto Hidalgo.

A Fórmula Truck tem promoção e organização de Gilberto Hidalgo, supervisão das federações do Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo; patrocínio da JK Tyre e Silvercap, e apoio da Volparts, Meritor, Eckisiel e Platodiesel.

Crédito da foto: Vanderley Soares

Assessoria de imprensa da Fórmula Truck

Jornalista Responsável: Luiz Aparecido da Silva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Brasil tem oito vitórias por categoria em Le Mans

Mas nunca triunfou na classificação geral, embora tenha chegado perto oito vezes desde a e…