Principal Matérias Motovelocidade Jetro Salazar (MX1) e Fred Spagnol (MX2) vencem quarta etapa do Brasileiro de Motocross no Autódromo de Interlagos

Jetro Salazar (MX1) e Fred Spagnol (MX2) vencem quarta etapa do Brasileiro de Motocross no Autódromo de Interlagos

Equipe Honda Racing segue na liderança das principais categorias; Salazar assume a ponta da MX1 e Gabriel Andrigo mantém a frente na MX2

Jetro Salazar, da equipe Honda Racing, vence a classe MX1 pela quarta etapa do Brasileiro de Motocross 2022. Crédito: Ney Evangelista/Mundo Press

São Paulo (SP) – Em uma jornada perfeita no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), o piloto Jetro Salazar, da equipe Honda Racing, venceu as provas da MX1 e da Elite MX do Campeonato Brasileiro de Motocross, disputadas neste domingo (26/6), válidas pela quarta etapa da temporada. Com o resultado e a moto CRF 450R, ele assumiu a liderança da MX1 após conquistar suas primeiras vitórias na temporada. Pela MX2, o gaúcho Gabriel Andrigo e o paulista Fred Spagnol dominaram as duas provas e também seguem soberanos no topo da classificação geral, com a CRF 250R – com vantagem para Andrigo, nove pontos à frente de seu companheiro.

Jetro Salazar já havia antecipado que viria forte para a disputa deste domingo. “Ontem já corri bem melhor do que na sexta e vim com sangue nos olhos pra fazer bem meu trabalho hoje. Pra mim, é emocionante demais vencer em Interlagos, eu tenho certeza de que estas são corridas ficarão para a história”, diz o equatoriano. “Agora, vou trabalhar em dobro para não sair mais da liderança e ganhar este campeonato”, completa o bicampeão brasileiro de motocross da MX1 e Elite MX. Ele tem 136 pontos na classificação.

A pista montada no tradicional Autódromo de Interlagos de fato proporcionou grandes embates aos pilotos da principal competição de motocross do país. O piloto venezuelano Anthony Rodrigues, da Honda Racing, andou em alto nível tanto na prova da MX1, na qual ficou em quarto lugar, quanto na Elite MX, que acabou abandonando quando liderava desde o início da prova. “Hoje fiz minha melhor pilotagem do ano e isso me dá vontade para continuar lutando pelos primeiros lugares nas próximas provas”. No campeonato, ele é o quarto colocado com 99 pontos. O paulista Hector Assunção, também da MX1, por sua vez, sofreu uma queda e abandonou a prova de sua categoria e não disputou a Elite MX.

Para Fred Spagnol, a vitória na última corrida do dia pela MX2 o levou ao lugar mais alto do pódio. “Estou bastante feliz com o resultado, tive alguns altos e baixos no final de semana, mas finalizar desse jeito é muito bom. Nunca pensei que um dia pudesse vencer uma prova em Interlagos”, celebrou o piloto paulista, que busca seu primeiro título na categoria. Ele soma 148 pontos e está na vice-liderança da classe.

Quem é líder da MX2, com 157 pontos, é o gaúcho Gabriel Andrigo. O piloto do esquadrão vermelho venceu a corrida da categoria e ficou em segundo lugar na classe na bateria final. “Foram quatro excelentes provas nestes três dias aqui em Interlagos. Hoje, meu companheiro ficou com a geral, mas eu consegui bons pontos para continuar na liderança do campeonato”, ressalta o piloto de 17 anos.

Ainda pela MX2, o gaúcho Henrique Henicka somou 36 pontos neste domingo, com o quarto lugar da classificação geral da categoria. “A pista estava muito difícil, com certeza essa foi a mais destruída das baterias. Mas deu tudo certo, consegui andar bem, pegar um ritmo bom e garantir alguns pontos para mim e para a equipe”, conta o piloto que está em quinto na geral da classe, com 74 pontos.

Fechando a participação da Honda Racing na quarta etapa do Brasileiro de Motocross, a gaúcha Maiara Basso, a “Gringa”, terminou em segundo lugar na MXF, caindo para o segundo posto na classificação geral de sua categoria, embora com os mesmos 47 pontos que a líder do certame. “A pista estava bem difícil, com muita canaleta e eu não consegui achar linhas boas, não me soltei na prova”, afirmou. “Pensei bastante no campeonato, preferi manter ali um segundo, não arriscar tanto, e por isso estou bem feliz com o resultado. Agora vamos focar na próxima etapa”.

O Campeonato Brasileiro de Motocross continua com a quinta e a sexta etapas, que serão realizadas entre os dias 12 e 14 de agosto, em Morrinhos (GO). A equipe Honda Racing de Motocross é patrocinada por Pro Honda, Fox, Fly, DID e Seguros Honda.

Campeonato Brasileiro de Motocross 2022 – 4ª etapa
Local: Autódromo de Interlagos – São Paulo (SP)

Classificação do campeonato – Após 4 etapas
(Cinco primeiros)

MX1
1 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R – 136 pontos
2 – #155 – Carlos Campano – 128 pontos
3 – #891 – Gustavo Pessoa – 99 pontos
4 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R –99 pontos
5 – #30 – Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R – 97 pontos

MX2
1 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R – 157 pontos
2 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R – 148 pontos
3 – #244 – Marcello Leodorico – 123 pontos
4 – #109 – Guilherme Bressolin – 122 pontos
5 – #282 – João Pedro Ribeiro – 113 pontos
6 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R – 110 pontos

MXF (após duas etapas disputadas)
1 – #801 – Sarah Raquel – 47 pontos
2 – #8 – Maiara Basso – Honda Racing – Honda CRF 250R – 47 pontos
3 – #111 – Thais de Castro – 40 pontos
4 – #22 – Larissa Laira – 36 pontos
5 – #16 – Jeyelly Dalmonech – 32 pontos

Soma dos resultados da 4ª etapa – MX1
1 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R – 50 pontos
2 – #155 – Carlos Campano – 44 pontos
3 – #891 – Gustavo Pessoa – 40 pontos
4 – #34 – Lucas Dunka – 34 pontos
5 – #211 – Pedro Bueno – 30 pontos
7 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R –27 pontos
14– #30 – Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R – 7 pontos

Soma dos resultados da 4ª etapa – MX2
1 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R – 47 pontos
2 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R – 47 pontos
3 – #282 – João Pedro Ribeiro – 40 pontos
4 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R – 36 pontos
5 – #109 – Guilherme Bresolin – 31 pontos

Resultados das corridas (Cinco primeiros)

Corrida Elite MX
1 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R
2 – #115 – Carlos Campano
3 – #891 – Gustavo Pessoa
4 – #34 – Lucas Dunka
5 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R
6 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R
10 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R
27 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R

Corrida MX1
1 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R
2 – #115 – Carlos Campano
3 – #891 – Gustavo Pessoa
4 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R
5 – #34 – Lucas Dunka
14– #30 – Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R 

Corrida MX2
1 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R
2 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R
3 – #282 – João Pedro Ribeiro
4 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R
5 – #109 – Guilherme Bresolin

Corrida MXF
1 – #801 – Sarah Raquel
2 – #8 – Maiara Basso – Honda Racing – Honda CRF 250R
3 – #111 – Thais Castro
4 – #22 – Larissa Laira
5 – #16 – Jeyelly Dalmonech

Mundo Press – Assessoria de Imprensa da Honda Racing Brasil 

Jornalista responsável: Ângela Monteiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Sete pilotos de motos criaram a Equipe Dirt Dogs Rally para disputar a edição de 30 anos do Sertões que começa no dia 26

Amigos apaixonados por duas rodas e off-road se preparam para a encarar o maior rali do mu…