Principal Matérias Velocidade no Asfalto Pane seca define corrida de estreia da E-Stock em Spa-Francorchamps

Pane seca define corrida de estreia da E-Stock em Spa-Francorchamps

Os melhores pilotos de automobilismo virtual do país abriram a temporada na noite de segunda-feira. Amanhã (22), pilotos da Stock real entram na pista

A abertura da temporada 2022 da E-Stock, o campeonato virtual oficial da Stock Car, não poderia ter sido melhor. Na noite de segunda-feira (20), a categoria Virtual Pro — destinada aos pilotos profissionais do automobilismo virtual — entregou duas excelentes corridas repletas de disputas por posição da largada à bandeirada no famoso circuito belga de Spa-Francorchamps. As primeiras vitórias da história da E-Stock foram registradas por Luiz Felipe Tavares (Toyota Corolla da equipe Bengutan Racing) na Corrida 1 e Gustavo Ariel (Corolla da Texaco Racing by TK), na Corrida 2. Ariel faz parte do esquadrão comandado por Tony Kanaan.
Amanhã (22), a E-Stock abre a temporada da categoria Pro Series, que reúne os profissionais das pistas reais, incluindo muitas estrelas em ação na Stock Car. A etapa também será disputada em Spa-Francorchamps e terá transmissão ao vivo nos canais da Stock Car e do IRB no YouTube a partir de 21h (horário de Brasília).

Falta de combustível muda história em Spa — O elevado grau de realismo que a plataforma iRacing oferece chamou a atenção não apenas pelas imagens incríveis da área externa da pista e das câmeras on-board, mas também pelo nível de dificuldade na pilotagem do carro da Stock Car, que exige muita concentração e sensibilidade para escapar dos erros, como acontece no automobilismo real. E foi por conta de um caprichoso e inusitado erro de cálculo de combustível que a Corrida 1 foi decidida e definiu o primeiro vencedor da temporada.
Gustavo Ariel se destacou logo no início dos trabalhos de segunda-feira ao marcar a pole-position com 2min25min154. O primeiro grid do campeonato na categoria Virtual Pro teve ainda Victor Miranda (Chevrolet Cruze da Energy Simsport) e Renan Azeredo (Corolla da Energy Simsport) em segundo e terceiro, respectivamente. Luiz Felipe Tavares (Bengutan Racing) saiu em quarto, e Rafael Martins (Piquet Sports by P1) largou em quinto. Fecharam o top-10 Erick Goldner (Energy Simsport), Eduardo Borgert (Energy Simsport), Caíque Oliveira (Oak Racing Team Dynasty), Matheus Machado (piloto independente) e Pedro Picanço (Divena E-Sports).
Ariel manteve a posição na largada da Corrida 1, seguido por Vitor Miranda e Luiz Felipe Tavares, que se desgarraram do pelotão. A prova entregou vários pegas, com direito até a ousados four-wides (quatro carros lado a lado). Destaque para Bruno do Carmo, que escalou o grid e conquistou dez posições na primeira metade da prova.
O top-3 parecia consolidado depois da parada obrigatória para troca de pneus, mas Gustavo Ariel cometeu um erro no cálculo do combustível, que levou o piloto a despencar e cair de primeiro para terminar a prova em oitavo. A vitória ficou com Tavares, com Vitor Miranda em segundo e Caíque Oliveira em terceiro. Erick Goldner e Rafael Martins completaram a lista dos cinco primeiros. O top-10 teve oito modelos Toyota Corolla e dois Chevrolet Cruze.
Com o grid invertido, Neto Nascimento largou na frente da Corrida 2, com Bruno do Carmo em segundo e Ariel em terceiro. Luiz Felipe Tavares, por sua vez, partiu da décima posição.

Corrida 2: Ariel toma a ponta — Os dois grandes destaques da prova complementar da noite foram novamente Gustavo Ariel e Tavares. O piloto da Texaco Racing by TK assumiu a liderança ainda na primeira volta depois de largar em oitavo, enquanto Luiz Felipe ganhou muitas posições e subiu para segundo no quarto giro da prova. Raphael Silva foi outro que brilhou e avançou para o top-3 na primeira metade da corrida, que teve alguns pegas por posição bem intensos, como entre Victor Oliveira e Slan Santos, pelo 11º lugar, e entre Neto Nascimento e Caíque Oliveira na luta pelo quarto posto.
Depois da vitória que escapou na primeira prova, Gustavo Ariel confirmou a conquista da Corrida 2 após administrar a vantagem diante de Luiz Felipe Tavares. Raphael Silva cruzou a linha de chegada em terceiro e completou o pódio. Caíque Oliveira foi o quarto, seguido por Neto Nascimento. Novamente, foram oito carros Toyota Corolla e dois Chevrolet Cruze entre os dez primeiros.

Liderança por boa margem — Luiz Felipe Tavares foi o maior pontuador da etapa. Com uma vitória e um segundo lugar, o competidor somou 75 pontos e terminou a noite como o primeiro líder do campeonato, seguido por Caíque Oliveira e Gustavo Ariel, ambos com 56. Victor Miranda e Raphael Silva também estão empatados e têm, cada um, 49 pontos.
“Foi uma etapa que deu certo, em que as coisas se viraram ao meu favor. Estou feliz com o resultado, em um campeonato top demais, com nível altíssimo. Parabenizo também a galera que chegou ao pódio. O campeonato é longo, tem muita coisa pela frente, mas é importante pontuar desde o começo”, declarou o líder do campeonato.
Gustavo Ariel, por sua vez, comemorou a vitória na Corrida 2, mas também lamentou pelo erro que lhe custou o triunfo na primeira prova da etapa de Spa. “Quero parabenizar o Tavares e todos os pilotos que chegaram ao pódio e entre os cinco primeiros. Foi uma etapa bem legal, embora não tão legal o final da primeira bateria para mim. Me enrolei no consumo de combustível apostando que daríamos uma volta a menos. A gente cometeu esse erro e poderia ter maximizado esses pontos, talvez com duas vitórias. Depois, na segunda bateria, conseguimos trazer [o carro] para casa. Foi uma estreia legal para a equipe, com pole, com os novos pilotos em ação também”.
A categoria Virtual Pro acelera novamente em 9 de julho, sábado, com a etapa de Ímola, na Itália. Confira os resultados:

E-Stock Virtual Pro, Spa-Francorchamps, Corrida 1:
1º – Luiz Felipe Tavares (Toyota Corolla), Bengutan Racing, 13 voltas
2º – Victor Miranda (Chevrolet Cruze), Energy Simsport, +0s466
3º – Caíque Oliveira (Toyota Corolla), Oak Racing Team Dynasty, +1s990
4º – Erick Goldner (Chevrolet Cruze), Energy Simsport, +6s260
5º – Rafael Martins (Toyota Corolla), Piquet Sports by P1, +10s898
6º – Eduardo Borgert (Toyota Corolla), Energy Simsport, +11s579
7º – Raphael Silva (Toyota Corolla), piloto independente, +12s638
8º – Gustavo Ariel (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +15s519
9º – Bruno do Carmo (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +16s079
10º – Neto Nascimento (Toyota Corolla), Divena E-Sports, +17s345
11º – Marcos Riffel (Toyota Corolla), Bengutan Racing, +18s771
12º – Helder Vieira (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +19s826
13º – Rogério Santos Neto (Chevrolet Cruze), Hot Car Competições, +22s390
14º – Bruno Risseto (Chevrolet Cruze), piloto independente, +24s730
15º – Pedro de Oliveira (Toyota Corolla), BSP Racing by Vitatec, +25s092
16º – Pedro Picanço (Toyota Corolla), Divena E-Sports, +26s582
17º – Slan Santos (Chevrolet Cruze), piloto independente, +29s235
18º – Lucas Murno (Toyota Corolla), Snow Schatten Esports, +30s166
19º – Bruno Fernandes (Toyota Corolla), Snow Schatten Esports, +30s523
20º – Victor Veloso (Toyota Corolla), Bengutan Racing, +31s538
21º – Flavio Xavier (Toyota Corolla), Bamaq Motorsport, +34s479
22º – Jackson Rezende (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +42s653
23º – Victor Oliveira (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +49s160
24º – Rafael Matta (Chevrolet Cruze), YouRaceBR E-Sports, +50s166
25º – Daniel Mageste (Chevrolet Cruze), W2 E-ProGP, +50s274
26º – Paulo Godoi (Toyota Corolla), Divena E-Sports, +51s387
27º – Laui Santi (Toyota Corolla), DHR Team, +1min01s480
28º – Pedro Dean (Toyota Corolla), Norg Racing, +1min01s840
29º – Gabriel Silva (Toyota Corolla), Bengutan Racing, +1min10s933
30º – Luizinho Gonzaga (Chevrolet Cruze), AC7 E-Racing Team RKL, +1min14s511
31º – Leandro Daminelli (Toyota Corolla), Visamundo Grip Racing, +1min14s921
32º – Emanuel Santos (Toyota Corolla), Leduk E-Sports, +1min21s533
33º – Osmar Camargo (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +1min22s026
34º – Fabio Zamperlini (Toyota Corolla), DHR Team, +1min31s664
35º – Pedro Moura (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +9 voltas
36º – Roger Rezende (Chevrolet Cruze), Energy Simsport, +9 voltas
37º – Renan Azeredo (Toyota Corolla), Energy Simsport, +10 voltas
38º – Matheus Machado (Toyota Corolla), piloto independente, +11 voltas

E-Stock Virtual Pro, Spa-Francorchamps, Corrida 2:
1º – Gustavo Ariel (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, 13 voltas
2º – Luiz Felipe Tavares (Toyota Corolla), Bengutan Racing, +3s333
3º – Raphael Silva (Toyota Corolla), piloto independente, +9s926
4º – Caíque Oliveira (Toyota Corolla), Oak Racing Team Dynasty, +12s428
5º – Neto Nascimento (Toyota Corolla), Divena E-Sports, +12s937
6º – Helder Vieira (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +17s431
7º – Erick Goldner (Chevrolet Cruze), Energy Simsport, +22s669
8º – Marcos Riffel (Toyota Corolla), Bengutan Racing, +22s839
9º – Bruno Risseto (Chevrolet Cruze), piloto independente, +24s539
10º – Pedro de Oliveira (Toyota Corolla), BSP Racing by Vitatec, +25s039
11º – Slan Santos (Chevrolet Cruze), piloto independente, +28s828
12º – Bruno do Carmo (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +30s300
13º – Victor Miranda (Chevrolet Cruze), Energy Simsport, +33s672
14º – Gabriel Silva (Toyota Corolla), Bengutan Racing, +33s922
15º – Flavio Xavier (Toyota Corolla), Bamaq Motorsport, +37s754
16º – Matheus Machado (Toyota Corolla), piloto independente, +38s760
17º – Roger Rezende (Chevrolet Cruze), Energy Simsport, +40s874
18º – Pedro Moura (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +43s580
19º – Luizinho Gonzaga (Chevrolet Cruze), AC7 E-Racing Team RKL, +50s055
20º – Eduardo Borgert (Toyota Corolla), Energy Simsport, +50s398
21º – Lucas Murno (Toyota Corolla), Snow Schatten Esports, +55s510
22º – Laui Santi (Toyota Corolla), DHR Team, +1min00s639
23º – Paulo Godoi (Toyota Corolla), Divena E-Sports, +55s060
24º – Victor Oliveira (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +58s665
25º – Rafael Matta (Chevrolet Cruze), YouRaceBR E-Sports, +1min00s054
26º – Daniel Mageste (Chevrolet Cruze), W2 E-ProGP, +1min01s703
27º – Pedro Dean (Toyota Corolla), Norg Racing, +1min03s401
28º – Fabio Zamperlini (Toyota Corolla), DHR Team, +1min11s690
29º – Osmar Camargo (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +1min16s674
30º – Rogério Santos Neto (Chevrolet Cruze), Hot Car Competições, +3 voltas
31º – Renan Azeredo (Toyota Corolla), Energy Simsport, +4 voltas
32º – Rafael Martins (Toyota Corolla), Piquet Sports by P1, +10 voltas
33º – Pedro Picanço (Toyota Corolla), Divena E-Sports, +10 voltas
34º – Bruno Fernandes (Toyota Corolla), Snow Schatten Esports, +10 voltas
35º – Victor Veloso (Toyota Corolla), Bengutan Racing, +11 voltas
36º – Jackston Rezende (Toyota Corolla), Texaco Racing by TK, +11 voltas
37º – Leandro Daminelli (Toyota Corolla), Visamundo Grip Racing, +12 voltas
38º – Emanuel Santos (Toyota Corolla), Leduk E-Sports, +12 voltas

Classificação do campeonato da Virtual Pro após duas corridas:
1º – Luiz Felipe Tavares, 75 pontos
2º – Caíque Oliveira, 56
3º – Gustavo Ariel, 56
4º – Victor Miranda, 49
5º – Raphael Silva, 49
6º – Erick Goldner, 47
7º – Neto Nascimento, 40
8º – Helder Vieira, 36
9º – Bruno do Carmo, 32
10º – Rafael Martins, 30
11º – Bruno Risseto, 30
12º – Pedro de Oliveira, 28
13º – Eduardo Borgert, 28
14º – Slan Santos, 25
15º – Marcos Riffel, 21
16º – Rogério Santos Neto, 18
17º – Flavio Xavier, 17
18º – Pedro Picanço, 15
19º – Lucas Murno, 15
20º – Bruno Fernandes, 12
21º – Victor Veloso, 11
22º – Gabriel Silva, 10
23º – Jackson Rezende, 9
24º – Victor Oliveira, 8
25º – Rafael Matta, 7
26º – Daniel Mageste, 6
27º – Matheus Machado, 6
28º – Roger Rezende, 5
29º – Paulo Godoi, 5
30º – Pedro Moura, 4
31º – Laui Santi, 4
32º – Luizinho Gonzaga, 4
33º – Pedro Dean, 3

Contatos
Stock Car Pro Series
Rodolpho Siqueira / Fernando Silva / Bruno Vicaria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Pilotos “reais” suam a camisa pra valer na E-Stock

A estreia da categoria Pro Series, destinada a pilotos do automobilismo real, teve duelos …