22ª edição do segundo maior evento do kartismo nacional contou com 275 inscritos nos dois grupos, em 10 dias de disputas

André Nicastro: 10 títulos da Copa Brasil de Kart (Jackson de Souza)

E chegou ao fim a 22ª edição da Copa Brasil de Kart. O evento, que estava programado para o ano passado, mas teve de ser adiado em virtude da pandemia do coronavírus, coroou mais 11 campeões nesta sexta-feira (dia 30), no kartódromo Luigi Borghesi, em Londrina (PR).

Se fora da pista a temperatura ambiente oscilou entre 4 e 18 graus Celsius, dentro dela as brigas foram bem quentes. Com mais de 140 kartistas neste segundo grupo (do total de 275 inscrições nas duas semanas), o evento teve um decacampeão, um bicampeão e nove novos campeões.

Na Graduados B, o carioca André Nicastro fez história e conquistou seu décimo título na Copa Brasil de Kart. Com 10 títulos também no Brasileiro, ele reforça ainda mais o seu nome no kartismo nacional, como um dos maiores de todos os tempos. O paulista Danilo Dirani, outro grande vencedor da modalidade, faturou seu segundo título na KZ na Copa Brasil.

Já os demais campeões tiveram essa emoção pela primeira vez no evento. Enzo Ranieri ficou com o título na Júnior Menor, Gabriel Moura na Júnior, Lucas Mendes na Graduados B, Mateus Barella na Sênior B, Felipe Tozzo na Novatos, Rodrigo Soares na Sênior, Alessandro Xavier na Super Sênior, Jedson Vicente na Super Sênior Master, e Rodrigo Dantas na F4 Sênior.

O dia começou com a disputa da SS / SSM. O paranaense Alessandro Xavier, de 45 anos, largou em terceiro e ficou com o título da Super Sênior, depois de dois vices. “Depois de bater na trave por duas vezes, hoje finalmente veio o título. Trabalhamos bastante, sempre pensando na final, em fazer o melhor acerto e em ter a melhor guiada, com foco na concentração. Essa semana foi positiva, eu me mantive rápido em todas as sessões. E tudo deu certo. Estou muito feliz. O evento foi espetacular e quero agradecer a minha equipe e a todos que me apoiaram”, comemorou Xavier do kart #5

Na Super Sênior Master, correndo em casa, Jedson Vicente largou na pole e levou a melhor. “Foi uma final bem disputada. Todo mundo veio com um nível muito forte e a prova reuniu só os melhores, a galera que realmente acelera. É meu primeiro título na Copa Brasil de Kart, em minha terceira participação. Estou bem feliz, ainda mais sendo em casa”, disse o piloto de Londrina (#125).

Na Júnior Menor, Enzo Ranieri, de 12 anos, ficou com o título após o pole position Gabriel Koenigkan ter problemas e abandonar a três voltas do final. “Foi muito difícil e uma final disputada. Não esperava ganhar. O Koenigkan que estava liderando e com um ritmo muito rápido, teve um problema quase no final da prova, não sei o que aconteceu. Então aproveitei a chance que tive. Agradeço a todos que me apoiaram”, contou o piloto do kart #114, também natural de Londrina.

Na sequência, veio a disputa da KZ e, largando da pole, Danilo Dirani repetiu o resultado da Copa Brasil de 2016, para ficar com o título. “Foi muito trabalho e superação. Na última corrida de classificação ontem, realmente perdemos o caminho do acerto do kart. Para hoje tivemos que reestruturar toda a ideia de acerto. A final foi ótima e eu consegui fazer um ritmo bem consistente nas 27 voltas, e isso na marcha, acredite, é muita coisa. O bicampeonato veio para carimbar um ano de renovação para mim no kart e no automobilismo. Obrigado a todos que torceram”, festejou Dirani (#28).

Na Novatos, o título ficou com o catarinense Felipe Tozzo, de 15 anos, piloto do kart #57. “Estou muito feliz. Não tenho nem o que falar. Eu treino diariamente para isso. E agora conquistei esse resultado. É meu primeiro título, e espero que venham muitos outros”, contou emocionado o jovem piloto.

Já o paranaense Mateus Barella foi o campeão na Sênior B com o kart #101. “Foi muito legal. É um título importante para mim. Já estou há um tempo no kart e sempre tive vontade de andar em uma competição grande, como a Copa Brasil de Kart, e tive essa oportunidade aqui. E o melhor foi conquistar este resultado. Estou muito feliz”, disse o piloto.

Na Júnior, o catarinense Gabriel Moura (#386) deu um show de superação. Depois de perder a pole position por irregularidades e fazer duas grandes corridas classificatórias, ele ficou com o título nesta sexta-feira. “Ontem foi um dia difícil. Tivemos um problema no escapamento e acabei sendo punido. Mas com a cabeça erguida sempre, não deixamos o ocorrido nos abalar muito. Viemos com bom ritmo hoje e agora posso comemorar de novo. Agradeço a todos por mais essa conquista”, disse Moura, de 12 anos.

Na Sênior, Rodrigo Soares largou na pole e foi o campeão com o kart #111. “Eu vim a semana inteira com um ritmo legal. Ganhei a primeira classificatória, e a segunda eu fiquei em segundo. A final foi emocionante. Estou bem feliz. É minha segunda participação na Copa Brasil e já conseguir esse título é muito bom. Agradeço a todos os meus apoiadores”, celebrou o kartista.

Na Graduados B, Lucas Mendes venceu e superou grandes feras, para cruzar a linha de chegada em primeiro no geral com o kart #165. “Não comecei a semana tão bem, não tinha tempos muito bons nos treinos, mas fui acertando o kart no decorrer dos dias. Ainda assim, senti um pouco de dificuldade no início da prova, depois senti que foi melhorando e conquistei esse resultado maravilhoso que é ser campeão da Copa Brasil”, declarou Mendes.

Com Olin Galli punido, por ultrapassagem em bandeira amarela, a vitória caiu no colo de Nicastro na Graduados A. O maior campeão do kartismo nacional seguiu mostrando todo seu talento, para subir ao lugar mais alto do pódio da Copa Brasil pela décima vez.

“Foi uma conquista muito batalhada. Foi difícil. Na tomada de tempos, eu tinha condições de brigar pela pole, mas na primeira volta tive uma quebra na palheta do motor e fiquei em último e tive que fazer as duas classificatórias de recuperação, largando de 24º para chegar em sétimo. Na última classificatória, completei em segundo para poder largar em quarto. Hoje meu desempenho não foi bom, como ontem. Cheguei em segundo e contei com um pouco de sorte para comemorar o meu décimo título na Copa Brasil de Kart. Estou muito feliz por tudo: pelo resultado, por poder andar com a molecada, mesmo aos 40 anos”, enfatizou o veterano.

Fechando as disputas, na F4 Sênior, o título foi para o paulista Rodrigo Dantas (#kart 13). “Me inscrevi na competição aos 45 do segundo tempo, e só queria me divertir e espairecer. Não esperava por esse resultado. Até achei que poderia brigar pelo pódio e hoje no warm up percebi que dava para buscar a vitória. A corrida foi bacana e disputada. E, no final, acabou dando certo. Foi show de bola”, finalizou Dantas.

Além dos troféus, os campeões do segundo grupo também levaram como prêmio a isenção na inscrição para o Campeonato Brasileiro de Kart, que acontecerá em dezembro, no kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC).

A 22ª edição da Copa Brasil de Kart não pode contar com a presença de público, em virtude da pandemia, teve acesso restrito de pessoas e seguiu todos os protocolos de segurança sanitária solicitados pelas autoridades locais. Mesmo assim, o evento foi considerado um grande sucesso. Foi a segunda maior Copa Brasil de Kart em número de inscrições, apenas 15 a menos que a edição de 2019 (290).

Em 2022, a festa da Copa Brasil será no Nordeste, com a disputa no kartódromo Emerson Fittipaldi, em Aracaju (SE). A data será divulgada em breve.

Os resultados das finais do segundo grupo da Copa Brasil de Kart:

SS / SSM
1) 5-ALESSANDRO XAVIER – FPRA (SS), 15:41,968 – Campeão Super Sênior
2) 19-JUNIOR PINTO – FAEM (SS), a 3,636
3) 105-ERNANDES ONASSIS – FAUESC (SS), a 4,092
4) 62-RENATO RUSSO – FASP (SS), a 4,597
5) 33-RODRIGO PIQUET – FADF (SS), a 7,329
6) 125-JEDSON VICENTE – FPRA (SSM), a 9,271 – Campeão Super Sênior Master
7) 211-VICTOR H. D. BROCHADO – FPRA (SS), a 10,147
8) 777-JOSE CARLOS SADERI – FPRA (SS), a 14,637
9) 115-BEPPE H. ASKERBO – FAB (SS), a 17,079
10) 8-MUNIR ABOISSA – FASP (SSM), a 17,255

Júnior Menor
1) 114-ENZO B. RANIERI (FPRA), 15:43,532 – Campeão
2) 145-MATEUS C. DE FARIA (FPRA), a 3,582
3) 18-AKYU MYASAVA (FPRA), a 4,473
4) 405-GABRIEL SANO (FASP), a 7,948
5) 15-LUCAS M. DE CASTRO (FMA), a 12,058
6) 8-ALFREDINHO IBIAPINA (FPRA), a 12,195
7) 129-ETHAN K. NOBELS (FASP), a 12,447
8) 22-AUGUSTO TONIOLO (FAUESC), a 14,892
9) 118-NICOLLAS LORETTI (FAERJ), a 15,389
10) 111-MIGUEL PIOVAN (FASP), a 15,796

KZ
1) 28-DANILO DIRANI (FASP), 19:17,667 – Campeão
2) 18-PEDRO H. LOPES (FASP), a 3,339
3) 222-WALDIR BELIZARIO JR (FAUESC), a 9,973
4) 88-MARCO A. RAIMUNDO (FAUGO), a 7 voltas
5) 112-PEDRO PIQUET (FADF), a 15 voltas
6) 71-DANIEL O. DOS SANTOS (FPRA), a 26 voltas

Sprinter
1) 57-FELIPE L. TOZZO – FAUESC (PNK), 16:30,427 – Campeão Novatos
2) 29-JOÃO C. TESSER – FASP (PNK), a 4,303
3) 101-MATEUS BARELLA – FAUESC (PSKB), a 6,957 – Campeão Sênior B
4) 11-ROGERIO L. GROTTA – FAEMT (PNK), a 8,841
5) 299-TIAGO H.K. BARRANCOS – FASP (PSKB), a 9,190
6) 45-WEIMAR C. BAPTISTOTTI – FPRA (PSKB), a 9,846
7) 112-DIOGO L.N. DA SILVA- FASP (PNK), a 10,874
8) 9-NICHOLAS C. MONTEIRO – FASP (PNK), a 11,082
9) 18-MARCELO OWADA – FPRA (PSKB), a 13,047
10) 53-ROBERTO AMARAL – FPRA (PNK), a 14,953

Júnior
1) 386-GABRIEL MOURA (FAUESC), 16:17,494 – Campeão
2) 1-GABRIEL BONILHA (FPRA), a 3,096
3) 98-ENZO GARCIA BEDANI (FASP), a 3,752
4) 7-GUILHERME QUINTEIRO (FASP), a 5,553
5) 127-EDUARDO PALU (FAUESC), a 7,071
6) 10-JOÃO A.PINHEIRO FILHO (FADF), a 8,266
7) 58-ENZO A. MARINS (FAUESC), a 12,299
8) 777-ERICK B. SCHOTTEN (FAUESC), a 13,639
9) 78-FELIPE G. FALK (FASP), a 14,539
10) 56-GABRYEL ROMANO (FASP), a 23,821

Sênior
1) 111-RODRIGO A. SOARES (FPARN), 16:21,089 – Campeão
2) 18-DANILO RAMALHO (FAUESC), a 2,687
3) 28-CARLOS DE SOUZA (FPRA), a 9,061
4) 102-ALAN SYNTHES (FASP), a 10,176
5) 311-JOAO A.F. DA CUNHA (FPEA), a 10,280
6) 11-FELIPE POLEHTTO (FASP), a 10,460
7) 211-VICTOR H.D. BROCHADO (FPRA), a 11,490
8) 15-MARCELO C. BRANDÃO (FMA), a 11,937
9) 212-ALAIN SISDELI (FPARN), a 14,457
10) 821-LUIZ EDUARDO SALAU (FPARN), a 17,438
*sub judice

Graduados
1) 165-LUCAS S. MENDES – FAEMT (PGKB), 18:57,268 – Campeão Graduados B
2) 28-ANDRE NICASTRO – FADF (PGKA), a 0,406 – Campeão Graduados A
3) 78-GABRIEL GOMEZ – FASP (PGKB), a 2,386
4) 11-LUCAS STAICO – FMA (PGKB), a 2,742
5) 17-SAMUEL CRUZ – FASP (PGKB), a 3,153
6) 53-ENRICO DE LUCCA – FASP (PGKA), a 7,008
7) 3-CADU BONINI – FASP (PGKB), a 9,049
8) 4-OLIN GALLI – FAUESC (PGKA), a 9,158
9) 12-BRUNO S. PIEROZAN – FASP (PGKB), a 9,743
10) 25-MURILO FIORE – FAUESC (PGKA), a 10,897

F4 Sênior
1) 13-RODRIGO T. DANTAS (FASP), 17:44,057 – Campeão
2) 18-EDUARDO R. GIGLIO (FPRA), a 1,476
3) 110-VINICIOS S. CORBO (FASP), a 2,959
4) 311-JOAO A.F. DA CUNHA (FPEA), a 3,752
5) 104-FLAVIANO RAMOS (FAUESC), a 5,906
6) 526-MARCIO E.S. PEREIRA (FPRA), a 6,066
7) 37-WESLEY PIVA (FAUESC), a 6,837
8) 144-ALESSANDRO R. MARCHINI (FAUESC), a 7,042
9) 93 – GUSTAVO H. GARCIA BERTI (FPRA), a 7,141
10)222 – WALDIR BELIZARIO JR (FAUESC), 7,896

Os campeões do primeiro grupo, disputado semana passada:

Mirim
BERNARDO MORAES LEAL

Cadete
THEO SALOMÃO

F4 Júnior
VICTOR GARGALAC TIERI

F4 SS
ERNANDES ONASSIS

F4 SSM
NESTOR FERENS

F4 Graduados
GIULLIANO TAINO FORCOLIN

OK Júnior FIA
ENZO GARCIA BEDANI

OK FIA
ENZO CORREA PRANDO

Para mais informações, acesse www.cba.org.br

Assessoria de Comunicação da CBA | Kart
FGcom Assessoria de Imprensa
Fernanda Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Copa SP Light de Kart prossegue em Aldeia da Serra

Adequação de Interlagos à F-1 força mudança de pista As obras de adequação e reforma que a…