Mais novo piloto do grid competiu pela primeira vez em Interlagos

No último fim de semana, entre os dias 21 e 23 de agosto, o Autódromo de Interlagos recebeu a segunda rodada dupla da Stock Light. Única categoria de acesso à Stock Car a classe agrupa em 2020 um de seus grids mais competitivos e, mesmo em um período ainda de pandemia, as competições estão acontecendo a toda velocidade.

Vivenciando a sua temporada de estreia na categoria o paulista Pedro Ferro (Grão de Gente) é o mais novo piloto do ano, com apenas 16 anos. Após uma rápida carreira no kart o piloto fez a sua estreia nos carros de turismo no mês passado, quando aconteceu a primeira etapa do ano, no Autódromo de Goiânia.

Neste fim de semana, animado pela primeira corrida “em casa”, Ferro teve de se deparar com a mais tradicional pista do esporte no Brasil. O autódromo de Interlagos ofereceu para os pilotos a sua mais pura essência neste fim de semana. Com diferentes situações climáticas os pilotos tiveram a chance de concluírem os seus 4.309 metros de formas completamente distintas ao longo das atividades. Na sexta-feira choveu durante todo o dia, no sábado o treino foi com pista molhada e a classificação com a pista praticamente seca e carros de pneus slicks. A primeira corrida foi com chuva e, a segunda prova, no início da tarde de domingo, com tempo firme e um belo sol brilhando sobre o circuito.

Tendo nesta semana a sua primeira oportunidade de andar com seu carro de competição na chuva Pedro evoluiu bastante no decorrer das atividades. Conforme o jovem de Santos ia completando suas voltas nos treinos era nítido o seu aumento de confiança o que se refletia diretamente em seus tempos de voltas. Na tomada de tempos, com a marca de 1m45s630 ele se garantiu na sétima fila do grid, com a 13ª posição. Na primeira prova, pilotando com cautela e aprendendo muito, o piloto conseguiu evoluir e terminou a prova no nono lugar geral e quinto na divisão Rookie.

As posições de largada da corrida de domingo são definidas pela inversão dos 10 primeiros colocados da corrida de sábado e, com isso, Ferro largou na segunda colocação. Animado o piloto se concentrou bastante e seguiu para a corrida, mas, infelizmente a sua corrida durou muito pouco. Após boa largada ele se manteve na segunda posição, mas, acabou sendo tocado na entrada do “S” do Senna e perdeu algumas posições. O carro #33 ainda seguiu na pista descendo a reta oposta, mas, na freada da curva três tomou outro toque e, com isso, teve a suspensão de seu carro quebrada e foi obrigado a abandonar a prova.

“O final de semana foi de muito aprendizado aqui em Interlagos. Ainda não tinha andado na chuva e tive bastante dificuldade de me adaptar ao carro com a pista molhada. Sábado, ainda na chuva, larguei de 13º e cheguei em 9º. Domingo eu tinha boas chances de pódio na corrida, mas, um toque quebrou a suspensão do meu carro e tive que abandonar a corrida. Estou muito feliz por ter a oportunidade de participar desse campeonato incrível e com um nível muito alto. Agradeço a Deus, minha família, a equipe KTF e meus patrocinadores. Vamos para a próxima evoluindo sempre”, concluiu o piloto ao final da prova.

Fotos: Rodrigo Guimarães | KTF Sports

Quick Comunicação e Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pedro Ferro e Thiago Camilo venceram na GT Sprint Race

Primeira rodada da Special Edition foi a estreia de Pedro na categoria O Autódromo Ayrton …