Motores Rotax foram preparados durante suspensão das atividades para melhor desempenho na Copa São Paulo de Kart; Copa KGV retorna neste sábado (15) no Kartódromo Granja Viana

Categorias Rotax tiveram melhorias no equipamento no retorno da Copa SP de Kart (Pedro Bragança/RF1)

As competições profissionais estão de volta ao Kartódromo Granja Viana e os motores Rotax fornecidos na Copa São Paulo de Kart estão mais potentes do que nunca. A organização aproveitou o tempo de pausa por conta da pandemia do coronavírus para ajustar algumas especificidades dos equipamentos e a evolução já pôde ser notada no último final de semana, como destaca Binho Carcasci, comandante da Bora Karting, empresa embaixadora da Rotax no Brasil.

“Ficamos felizes com os resultados do trabalho feito durante a pandemia na equalização dos motores no dinamômetro. As performances estavam bem próximas, como mostrou a diferença de apenas quatro milésimos na tomada da Rotax Max, entre o pole e o segundo colocado. Foi um bom retorno às competições na Copa São Paulo com grandes disputas nas baterias Rotax”, diz Carcasci.

Neste final de semana, também haverá a disputa da segunda etapa da Copa KGV, que realiza a segunda das quatro etapas no Kartódromo Granja Viana. O mesmo protocolo de saúde utilizado na Copa São Paulo será seguido em busca de garantir a segurança de todos os envolvidos no evento.

“Todos os envolvidos na Copa São Paulo fizeram o teste para o novo coronavírus e a programação tradicional foi alterada para evitar aglomerações no kartódromo. Os pilotos foram divididos em dois grupos e realizamos menos provas no sábado, mas a quilometragem de pista se manteve igual para os pilotos já que as corridas tiveram um pouco mais de voltas. Foram um pouco mais de 100 pilotos nessa retomada divididos em dois grupos de provas, então teve bastante espaço para todo mundo”, diz Felipe Giaffone, proprietário do KGV.

Copa SP de Kart Granja Viana (Pedro Bragança/RF1)

Pela Rotax Max, o multicampeão brasileiro André Nicastro foi o vencedor da etapa com uma vitória e um terceiro lugar. “Eu não disputava uma etapa da Copa SP Granja Viana desde 2018. E foi muito legal correr novamente de Rotax Max, eu tinha corrido uma única vez na minha carreira, que foi em 2015 no US Open em Las Vegas no qual venci. Fiquei muito satisfeito com meu desempenho e foi um prazer. Teve alguns motivos a minha participação, como por exemplo, ganhar ritmo de corrida depois destes 4 meses sem corrida. Mas enxergo também a possibilidade de poder continuar e brigar por esta vaga para o Mundial da categoria”.

Na Rotax Mini Max, Enzo Nienkotter dominou o dia para ganhar o troféu de campeão da etapa com duas vitórias. “Fiquei muito satisfeito com a evolução que conseguimos no acerto do kart e com mais um final de semana com pole e vitória nas duas baterias. Uma meta para este ano é conseguir a classificação para o Mundial Rotax”.

Alberto Cattucci foi o campeão da categoria Rotax Max/Masters e também comemorou a volta do kartismo. “O fim de semana foi ótimo! Estava com saudades das corridas de kart.  Fiz a pole e venci a primeira corrida. Na segunda prova perdi um pouco o rendimento, mas consegui terminar em P3. Na somatória das duas etapas empatei com o Roberto Azana, mas a minha pole desempatou e fiquei com a vitória. Minha meta para este ano é disputar o título da Copa SP na Rotax Max, Brasileiro de Kart da Rotax e conseguir a vaga para o Mundial da categoria. O kart é muito importante para estar com os reflexos em dia e físico. Treino toda semana e sempre que posso faço os campeonatos. A vantagem do kart comparado com o carro é poder treinar todos os dias da semana com um custo mais baixo. Com isso fico sempre na ativa e preparado para o carro”.

João Vergara venceu a segunda bateria da Rotax Júnior Max e vai em busca do título entre os rookies. “O fim de semana foi principalmente uma alegria por poder estar competindo de novo e, mesmo que certa distância, poder ver todo mundo. Também foi muito bom ver quão iguais ficaram os motores sorteados levando a competição para o acerto do chassis e principalmente para o braço do piloto. O mais gratificante para nós foi ter feito um bom tempo na classificação e a volta mais rápida na corrida. Agora temos que voltar com a disciplina dos treinos para tirar a ferrugem dos meses parados. Nossa meta este ano é andar sempre lá na frente e sempre entre os mais rápidos, isso irá ajudar muito na minha experiência. Por fim, nós queremos ganhar o título da rookie”.

Representante da Bora Karting no Brasil, Binho Carcasci ainda agradeceu o esforço da organização para o retorno das provas da Rotax.

“Estamos muito satisfeitos com os resultados do fim de semana. O trabalho incansável do Felipe Giaffone e do time do KGV na equalização dos motores no dinamômetro e na pista também deu resultados muito bons. Pudemos perceber que o trabalho das equipes e especialmente dos pilotos é que fizeram realmente a diferença. Vamos continuar trabalhando para garantir este equilíbrio. Aproveito para parabenizar o trabalho da administração do Kartódromo Granja Viana, que realizou com muito cuidado e eficiência todos os protocolos de segurança, deixando pilotos e equipes em ambiente seguro para a prática do esporte. Feliz que pudemos voltar com segurança”.

Sete categorias vão acelerar neste sábado no Kartódromo Granja Viana, sendo realizadas duas provas para cada categoria. Confira a programação completa, que começa às 8h deste sábado no kartódromo em Cotia, na Grande São Paulo.

Classificação atualizada das categorias da Copa São Paulo após 3 etapas:

Rotax DD2

1 – Rafael Reis – 99 pontos

2 – Leonardo Reis – 97 pontos

3 – Marcelo Giarreta – 80 pontos

Rotax DD2-Masters

1 – João Cunha – 95 pontos

2 – Fernando Guzzi – 91 pontos

3 – Alexandre Trita – 80 pontos

Rotax Mini Max – Geral

1 – Lucas Paiva – 86 pontos

2 – Murilo Rocha – 80 pontos

3 – Fausto Filho – 73 pontos

Rotax Micro Max

1 – Filipe Vriesmaan – 102 pontos

2 – Lucas Pontual – 87 pontos

3 – Yuri Morelli – 72 pontos

Rotax Junior Max

1 – Antonella Bassani – 90 pontos

2 – Lucas Mendes – 76 pontos

3 – Lucca Zucchini – 70 pontos

Rotax Junior Max Rookie

1 – Luigi Di Lazzaro – 93 pontos

2 – João Vergara – 86 pontos

3 – Lucca Rossi – 73 pontos

Rotax Max

1 – Paulo Coelho – 90 pontos

2 – Gabriel Gomez – 73 pontos

3 – Lucas Favaro – 71 pontos

Rotax Max-Masters

1 – Roberto Azana – 91 pontos

2 – Thiago Riberi/L. Viscardi – 90 pontos

3 – Alberto Cattucci/L. Nienkoter – 89 pontos

Pró-500

1 – MV (Celso e Peterson) – 66 pontos

2 – Leonardo Reis/Car Racing KTF – 65 pontos

3 – Karteiros – 65 pontos

Pró-500 Sênior

1 – MV (Celso e Peterson) – 94 pontos

2 – Karteiros – 92 pontos

3 – DRC – 77 pontos

Pró-500 Light

1 – Primeplas Araça Pele – 71 pontos

2 – Karteiras – 61 pontos

3 – Apack Total Racing – 53 pontos

ROK Executive Expert

1 – Welson Jacometti/Renato Russo – 79 pontos

2 – Rafael Piazzon/W. Freire – 59 pontos

3 – José Raul – 57 pontos

ROK Executive Expert Plus

1 – Welson Jacometti/Renato Russo – 88 pontos

2 – José Raul – 70 pontos

3 – Munir Aboissa – 62 pontos

Shifter ROK Sênior

1 – Beto Cavaleiro – 93 pontos

2 – Adriano Amaral – 84 pontos

3 – Luis Carvalho – 67 pontos

Shifter Super Sênior

1 – Beto Cavaleiro – 94 pontos

2 – Adriano Amaral – 84 pontos

3 – Luis Carvalho – 69 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Copa Super Paraná de Kart será disputada em etapa única em novembro no Raceland

Competição utilizará motores sorteados, fornecidos pela RBC Preparações Depois de ser o pa…