Com as categorias Júnior e Graduados da 125cc misturados no grid as disputas seriam diferentes do usual

Classificando o kart 62 na 4ª posição do grid, 3º dentro da categoria Júnior, Davisão, apelido carinhoso entoado por seu pai, largou de forma agressiva.

Dos 13 karts que largaram 6 chegaram embolados na curva 1 na busca por espaço e David acabou espremido pelo lado de fora, assim, perdendo 2 posições.

“Desde a primeira curva já sentia que o motor não tinha o rendimento pretendido”, comentou o piloto.

A escalada surtia efeito, mas em disputa pela 4ª posição um toque de rodas acabou furando o pneu dianteiro esquerdo ainda no início das 18 voltas programadas.

Mesmo com o pneu furado a perda de pressão afetando a dirigibilidade do kart não parecia ter afetado a “tocada do piloto”, que manteve voltas consistentes próximas aos tempos de volta dos concorrentes à frente.

“Foi muito difícil fazer curvas, principalmente para a direita, o pneu terminou quase que totalmente murcho”, informou.

O fim de prova foi a 10ª posição no grid geral e 6ª posição na categoria Júnior.

David Catta Preta agora volta a suas atenções ao desenvolvimento e treinos.

Siga o piloto em suas redes sociais.

www.facebook.com/david.cattapreta.9

www.instagram.com/catta_preta_62

 

Jornalista responsável: Alex Cronhal     DRT 46.219

Imagens: Fernando Silveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Copa Super Paraná de Kart será disputada em etapa única em novembro no Raceland

Competição utilizará motores sorteados, fornecidos pela RBC Preparações Depois de ser o pa…