Com dano na suspensão traseira, piloto da equipe Texaco Full Time Sports fica de fora da etapa final logo nas primeiras voltas

Foram dois pódios em 2019 (Divulgação Full Time Sports)

A disputa da 12ª e última etapa da temporada 2019 da Stock Car, neste domingo (15), no autódromo de Interlagos, em São Paulo, não trouxe o resultado esperado para Nelson Piquet Jr. O piloto da equipe Texaco Full Time Sports largou entre os 10 primeiros, mas se envolveu nos incidentes que marcaram o início da prova e foi obrigado a abandonar.

Ainda na primeira volta, alguns pilotos bateram e Nelsinho, que vinha logo atrás, rodou na tentativa de se livrar do acidente. O piloto acabou caindo para o final do pelotão. O Safety Car entrou na pista, mas logo na relargada um novo acidente acabou com as chances do piloto do Stock #33.

Piquet tentou escapar por fora, mas foi acertado e teve seu carro danificado, o que o obrigou a abandonar a disputa. Foi a única das 12 etapas do ano que o piloto ficou sem marcar pontos.

“Tínhamos um bom carro e estava confiante para a corrida, mas infelizmente fui vítima de um dos acidentes que aconteceu logo no início da prova. Fui acertado e obrigado a abandonar com a quebra de um parafuso da suspensão traseira esquerda”, lamentou Piquet.

“Uma pena, pois a prova valia o dobro de pontos e, com isso, perdemos a chance de terminar entre os 10 primeiros do campeonato”, lembrou o piloto que encerra o ano na 13ª colocação.

Em sua segunda temporada completa na Stock Car, Piquet foi ao pódio em duas oportunidades em 2019 (terceiro colocado em Santa Cruz e segundo em Goiânia).

Resultado da 12ª etapa em Interlagos:

1. Thiago Camilo – Ipiranga Racing
2. Daniel Serra – Eurofarma RC, a 2.594
3. Marcos Gomes – KTF Sports, a 3.471
4. Gabriel Casagrande – Crown Racing, a 4.998
5. Diego Nunes – KTF Sports, a 7.516
6. Felipe Fraga – Cimed Racing, a 9.130
7. Ricardo Maurício – Eurofarma RC, a 10.587
8. Rubens Barrichello – Full Time Sports, a 10.735
9. Julio Campos – Prati-Donaduzzi Racing, a 11.996
10. Galid Osman – Shell Helix Ultra, a 23.555
11. Átila Abreu – Shell V-Power, a 25.097
12. Denis Navarro – Cavaleiro Sports, a 25.508
13. Valdeno Brito – Prati-Donaduzzi Racing, a 31.305
14. Allam Khodair – Blau Motor Sports, a 35.222
15. Bruno Baptista – RCM Motorsport, a 36.850
16. Guga Lima – Vogel Motorsports, a 36.978
17. Bia Figueiredo – Ipiranga Racing, a 51.247
18. Tuca Antoniazzi – Hot Car Competições, 1volta
19. Cacá Bueno – Cimed Racing, 1 volta
20. Rafael Suzuki – Hot Car Competições, 13 voltas
21. Ricardo Zonta – Shell V-Power, 17 voltas
22. Nelson Piquet Jr – Texaco Full Time Sports, 20 voltas
23. Felipe Lapenna – Cavaleiro Sports, 20 voltas
24. Marcel Coletta – Crown Racing, 21 voltas
25. Raphael Reis – Carlos Alves Competições, 21 voltas
26. Cesar Ramos – Blau Motor Sports, 21 voltas
27. Max Wilson – RCM Motorsport
28. Gaetano di Mauro – Shell Helix Ultra
29. Lucas Foresti – Vogel Motorsports

Os primeiros colocados na classificação final do campeonato:
1. Daniel Serra, 387
2. Thiago Camilo, 366
3. Ricardo Maurício, 320
4. Felipe Fraga, 313
5. Rubens Barrichello, 310
6. Julio Campos, 307
7. Gabriel Casagrande, 303
8. Cacá Bueno, 234
9. Marcos Gomes, 178
10. Bruno Baptista, 177
11. Diego Nunes, 175
12. Atila Abreu, 164
13. Nelson Piquet Jr., 163
14. Ricardo Zonta, 155
15. Max Wilson, 140

Saiba mais sobre a equipe Full Time Sports:
http://fulltimesports.com.br
Instagram: @fulltimesports
Facebook: https://www.facebook.com/fulltimesports10

Por Fernanda Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Inscrições abertas para as 500 Milhas de Londrina

A tradicional prova de longa duração chega a sua 29ª edição e será disputada nos dias 20 e…