A Pro Tork Racing Team vai com tudo à final do Brasileiro de Motocross, em busca de seu terceiro título no campeonato. A prova decisiva acontece neste fim de semana, 26 e 27 de outubro, numa estrutura montada especialmente para a ocasião, junto ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, o BH Airport, em Belo Horizonte (MG).

Foto: Rodrigo Jr.

Na etapa anterior, a equipe levou o troféu antecipado na categoria MX4 pelas mãos de Willian Guimarães. Agora, quer faturar as taças na MXF e MX2, com os pilotos Maiara Basso e Fredy Spagnol, respectivamente.

Entre as mulheres, Maiara é favorita absoluta. Líder invicta e atual campeã, já está com um pé no lugar mais alto pódio. “O quinto posto é suficiente para eu garantir a taça. Vou com calma, pensando totalmente na competição e não na prova em si. Estou indo à minha décima conquista nacional, sendo o hexa na modalidade”, destaca.

Fredy, por sua vez, é o segundo na MX2. “Vai ser um desafio e tanto, mas teremos três baterias e então há 75 pontos em aberto. Venho de uma sequência consistente e vou, novamente, dar o melhor de mim. O foco é a vitória e, com um pouquinho de sorte, o título inédito”, comenta o atleta de 21 anos.

A equipe ainda vai acelerar com outras feras. Mesmo com a taça garantida, Willian Guimarães alinha no gate da MX4 e também da MX3, na qual não pontua. Já na MX2 Jr o representante do time é Pedro Magero, atual quinto colocado.

O evento promete ser um grande espetáculo na capital mineira. Mais de 380 pilotos do Brasil e do exterior devem marcar presença, levantando poeira na pista de 1.625 metros de extensão, sete de largura, e terreno misto com trechos de solo arenoso e terra vermelha.

A programação inicia com treinos livres às 8h de sábado, seguindo com cronometrados às 13h40 e provas às 16h30. No domingo as atividades serão retomadas com warm up às 8h e baterias às 10h10. As classes principais, MX2 e MX1, correm às 12h05 e 13h05. Já a Elite MX, que reúne os mais rápidos nas duas categorias, larga às 15h30.

As disputas têm transmissão ao vivo pelo canal da Confederação Brasileira de Motociclismo no YouTube, o CBMTV. Quem tiver a oportunidade de acompanhar tudo presencialmente, pode assistir da arquibancada, camarote ou área vip, com ingressos custando de R$ 15 a R$ 120, no site www.lets.events/e/bh-airport-motocross-a-grande-final.

Classificação

MXF

1) Maiara Basso – 75 pontos (Pro Tork)
2) Larissa Laira – 66 pontos
3) Sarah Silva – 58 pontos
4) Tatiane Poltronieri – 56 pontos
5) Ana Watfe – 45 pontos

MX2

1) Fábio Santos – 222 pontos
2) Fredy Spagnol – 193 pontos (Pro Tork)
3) Leo Souza – 168 pontos
4) Reginaldo Junior – 131 pontos
5) Lucas Dunka – 125 pontos

MX4

1) Willian Guimarães – 134 pontos (Pro Tork)
2) Rodrigo Peguinelli – 109 pontos
3) Walter Tardin – 89 pontos
4) Cristiano Lopes – 81 pontos
5) Adilson Araújo – 81 pontos

MX2 Jr

1) Joaquim Neto – 111 pontos
2) João Fernandes – 95 pontos
3) Gabriel Andrigo – 95 pontos
4) Rafael Araújo – 85 pontos
5) Pedro Magero – 77 pontos (Pro Tork)

Serviço: Campeonato Brasileiro de Motocross

Etapa: 7
Data: 26 e 27 de outubro
Local: Circuito BH Airport / Aeroporto Internacional Tancredo Neves – Belo Horizonte (MG)
Ingresso: De R$ 15 a R$ 120 / www.lets.events/e/bh-airport-motocross-a-grande-final

A Pro Tork Racing Team tem o apoio da Motul, NOS Energy Drink e Sportbay.  

ID – Assessoria de Comunicação Estratégica
Jornalista Responsável:
 Daniela Burgonovo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campeonato Brasileiro de Motocross 2020 inicia com o apoio da Pro Tork

Maior fabricante de motopeças da América Latina patrocina as duas primeiras etapas da temp…