Em pista molhada, uma disputa lado a lado tira o Menino de Ferro da competição

 

Encerrado no último sábado (01/06), no kartódromo Velopark, em Nova Santa Rita-RS, o Campeonato Sul-americano de kart reuniu pilotos de oito países em uma competição que trouxe muito aprendizado para o piloto Romullo Ribas. Com 39 concorrentes na categoria Cadete, apenas 36 puderam disputar o título de 2019 e as vagas foram alcançadas no confronto formado por pilotos nos grupos AxBxC.

Durante os treinos livres, debaixo de chuva, Romullo Ribas foi sorteado com um motor que não rendia. No dia seguinte, com um motor melhor, conseguiu marcar o 13º tempo na tomada, ainda com pista molhada. Na primeira bateria classificatória, um kart rodou na sua frente e na tentativa de desviar foi para a grama, perdendo várias posições e terminando em 24º lugar.

O Menino de Ferro precisava reagir na segunda bateria para conseguir a classificação. Largando do final do grid do grupo A, fez boa prova de recuperação alcançando o 14º posto. Na soma dos resultados entre as disputas dos grupos AxBxC, Romullo Ribas conseguiu a 29ª vaga. A semana estava difícil, mas o piloto manteve o foco.

O resultado da corrida pré-final animou a equipe. Romullo Ribas subiu 13 posições na classificação, conquistando o 16º lugar no grid de largada para a corrida decisiva, entre os 36 concorrentes. Bandeira verde para a prova final e o piloto decidiu avançar. Na 8ª volta ocupava o 12º lugar. Na entrada de uma curva ficou lado a lado com um concorrente e recebeu um toque sutil capaz de jogar o kart na grama molhada e encerrar a disputa de Romullo Ribas na competição internacional.

Romullo Ribas estava rápido na corrida final quando recebeu um toque na entrada de uma curva que o fez rodar e sair da pista

“Foi uma semana difícil. Muita chuva, frio, algumas adversidades durante as corridas, mas que serviram de aprendizado. Ele se classificou lá atrás, fez o melhor que pôde na pista e viu que ele consegue. Infelizmente, nem sempre as coisas acontecem conforme a nossa vontade. O Romullo foi guerreiro, lutou até o fim e é isso que importa. A gente precisa ter paciência, perseverança e saber tudo vem no tempo certo”, comentou Fernando Ribas, pai do piloto.

Siga o piloto nas redes sociais www.facebook.com/romulloribas21 e Instagram @romulloribas21

Texto e fotos: Eni Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

SEMANA DE TREINOS PARA XANDINHO LEAL NA GRANJA E EM INTERLAGOS, ANTES DO BRASILEIRO

Faltando poucos dias para o início da primeira fase do 55º Campeonato Brasileiro de Kart, …