Principal Matérias Velocidade na Terra Brasileiros competem de UTV no Desafio Inca, no Peru

Brasileiros competem de UTV no Desafio Inca, no Peru

6 minutos para ler
0
71

Piloto Reinaldo Varela e navegador Gustavo Gugelmin, atuais campeões do Rally Dakar, garantem presença a bordo do Can-Am Maverick X3

O Desafio Inca, no Peru, reserva muitos desafios entre os dias 14 e 16 de setembro. Válida como a etapa final do Dakar Series, a prova reúne alguns dos principais competidores de rally cross country do mundo distribuídos em 33 carros e UTVs, 11 quadriciclos e 47 motocicletas. Além de um bom desempenho, a maioria busca cumprir preparação “de luxo” para o Rally Dakar 2019, marcado para janeiro com roteiro 100% em solo peruano.

Destaques dos UTVs a bordo do Can-Am Maverick X3, o mesmo utilizado na conquista do título da categoria no Rally Dakar 2018, o piloto paulista Reinaldo Varela e o navegador catarinense Gustavo Gugelmin estão confirmados nas disputas. O Brasil também será representado pelas duplas Cristian Baumgart/Beco Andreotti e Marcos Baumgart/Kleber Cincea, ambas com o UTV Can-Am Maverick X3.

O Desafio Inca promete testar homens e máquinas ao extremo, em terrenos repletos de surpresas e muita exigência na navegação. Em três dias de prova, os competidores irão percorrer 951 quilômetros, incluindo 525 de especiais (trechos cronometrados). O plano de fundo será o famoso Deserto de Ica, com direito a passagens estreitas, areia fofa e enorme variedade de dunas.

“O Desafio Inca será muito importante para nós, ainda mais porque servirá como um excelente treino para o Rally Dakar”, explicou Reinaldo Varela. “O objetivo é fazer uma boa prova e aproveitar ao máximo a oportunidade de competir em uma região que fará parte do roteiro do Dakar. Outra meta é analisar o ritmo dos nossos concorrentes na defesa do título dos UTVs em 2019”, acrescentou.

Com mais de 360 provas off-road no currículo, Varela está ciente das dificuldades que o aguardam. “Além do terreno desafiador, o Desafio Inca terá concorrentes de peso. O grid dos UTVs é muito forte”, concluiu Varela.

Programação (Horários de Brasília)* – Desafio Inca 2018

Quinta-Feira – 13/9
Das 10h às 14h – Verificações técnicas e administrativas no Club Social de Ica Das
19h às 21h – Largada promocional em Huacachina

Sexta-feira – 14/9
Das 9h às 20h – 1ª etapa no Deserto de Ica

Sábado – 15/9
Das 9h às 20h – 2ª etapa no Deserto de Ica

Domingo – 16/9

Das 9h às 16h – 3ª etapa no Deserto de Ica
Das 19h às 21h – Chegada e cerimônia de premiação em Huacachina.

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Sobre a BRP – A BRP (TSX: DOO) é líder global em design, desenvolvimento, fabricação, distribuição e comercialização de veículos de propulsão e sistemas de propulsão. O seu portfólio inclui motos de neve Ski-Doo e Lynx, embarcações Sea-Doo, veículos Can-Am off-road e Spyder, sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP suporta sua linha de produtos com um negócio de peças, acessórios e roupas dedicados. Com vendas anuais de CA $ 4,2 bilhões em mais de 100 países, a BRP emprega aproximadamente 8700 pessoas em todo o mundo.

www.brp.com
@BRPnews

 

Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Spyder e o logotipo da BRP são marcas comerciais da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas comerciais são propriedade de seus respectivos proprietários.

Mundo Press – Assessoria de Imprensa BRP Brasil

Jornalista responsável: Ângela Monteiro 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Terceiro lugar no Rali da Graciosa leva Suptitz e Ortolan ao título no Brasileiro

Paranaenses de Cascavel, Sandro Suptitz e Eduardo Ortolan chegam à decisão do Brasileiro d…