Para alegria da torcida, piloto da casa é o mais rápido da quarta etapa e segue líder absoluto do campeonato

Bruno Crivilin, destaque da quarta etapa do Brasileiro de Enduro FIM, em Aracruz (ES). Crédito: Rogério Leite​

O final de semana (9 e 10 de junho) ficará para sempre na memória de Bruno Crivilin, um dos principais nomes do Enduro FIM nacional. Para alegria da torcida de Aracruz (ES), o piloto da casa venceu a quarta etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade nas categorias Enduro GP, que reúne os mais rápidos da competição, e E1, direcionada às motocicletas de 250 cilindradas. Assim, ele segue líder absoluto das duas classes na briga pelos títulos da temporada.

Este foi o sexto ano consecutivo que a cidade capixaba sediou uma etapa do Campeonato Brasileiro. Porém, nas provas anteriores, Crivilin ‘bateu na trave’. “Estou muito feliz por vencer os dois dias de prova e manter as lideranças do Brasileiro, mas principalmente por ser a minha primeira vitória em Aracruz”, declarou o representante da equipe Orange BH KTM Racing.

“Nos anos anteriores, sempre aconteceu algum imprevisto, mas dessa vez foi tudo 100%. O apoio da família, amigos e de toda torcida de Aracruz foi muito empolgante. É incrível ver a multidão assistindo e torcendo por mim”, continuou.

Outro que saiu satisfeito de Aracruz foi Vinícius Calafati, de São Paulo. O companheiro de equipe de Crivilin ganhou a categoria E2 (para motos de 450 cilindradas) e ficou em segundo lugar na Enduro GP. “Sem dúvidas foi o meu melhor desempenho desse ano no Campeonato Brasileiro, estou muito feliz. A prova no Espírito Santo foi ótima, as três especiais do circuito estavam muito bem montadas”, elogiou.

Confira os vencedores da quarta etapa nas demais categorias: Rômulo Bottrel (E3 – Yamaha O2 BH Racing), Anderson da Luz (E4), Patrik Capila (EJúnior – Yamaha O2 BH Racing), Nielsen Bueno (E35 – Husqvarna Team), Fernando Teixeira (Q4 – E40), Pélmio Simões (E45 – Yamaha O2 BH Racing), Levi Tesch (E50) e Eduardo Xavier.

A quinta etapa da competição será realizada nos dias 30 de junho e 1º de julho em Marzagão, Goiás. O Brasileiro de Enduro FIM 2018 é patrocinado por Rinaldi, Yamaha, ASW, Tech Ride, Edgers, MR Pro Braces, Jeri Aventure Ride, KTM Sacramento, O2BH Yamaha, Motorex e Sig Visual.

Resultados – Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2018

Resultados da 4ª etapa


Enduro GP
1 – Bruno Crivilin
2 – Vinícius Calafati
3 – Patrik Capila
4 – Júlio Ferreira
5 – Willian Lauers

E1 
1 – Bruno Crivilin
2 – Nicolás Rodriguez
3 – Edgar Schunck
4 – Bruno Peter
5 – Alef de Oliveira

E2
1 – Vinícius Calafati
2 – Júlio Ferreira
3 – Gustavo Pellin
4 – Victor Miranda
5 – Tiago Perigolo

E3 
1 – Rômulo Bottrel
2 – Felipe Carlette
3 – Lucas Marques
4 – Maurício Veloso
5 – Felipe Legarrea

E4 
1 – Anderson da Luz
2 – Ronald Santi
3 – Tiago Wernersbach
4 – Fernando Pereira
5 – Eder de Souza

EJúnior 
1 – Patrik Capila
2 – Willian Lauers
3 – Vinícius de Sá
4 – Leôncio Kruger
5 – João Vítor de Freitas

E35 
1 – Nielsen Bueno
2 – Diogo Andrade
3 – Helder Zucollto
4 – Adriano Horst
5 – Herculano Dias

E40 
1 – Fernando Teixeira
2 – Jober Zambaldi
3 – Zico Gratieri
4 – Sidney Siquela
5 – José Aguiar Júnior

E45 
1 – Pélmio Simoes
2 – Laurindo Filho
3 – Rodrigo Alcy
4 – Anderson Genelhu
5 – Maurício Fernandes

E50 
1 – Levi Tesch
2 – Milton Coelho
3 – Antônio de Abreu
4 – Luiz Croce
5 – Aurelio Possati

EAmador 
1 – Eduardo Xavier
2 – Pedro de Abreu
3 – Gabriel Bellaver
4 – Agenor dos Santos
5 – Lucas Colombo

Classificação do Campeonato Brasileiro após quatro etapas

Enduro GP
1 – Bruno Crivilin – 195 pontos
2 – Júlio Ferreira – 148 pontos
3 – Vinícius Calafati – 140 pontos
4 – Patrik Capila – 129 pontos
5 – Rômulo Bottrel – 116 pontos

E1 
1 – Bruno Crivilin – 197 pontos
2 – Nicolás Rodriguez – 160 pontos
3 – Gabriel Soares – 150 pontos
4 – Diego Colett – 72 pontos
5 – André Dalsasso – 40 pontos

E2
1 – Júlio Ferreira – 178 pontos
2 – Vinícius Calafati – 176 pontos
3 – Gustavo Pellin – 152 pontos
4 – Victor Miranda – 138 pontos
5 – Luis Oliveira – 100 pontos

E3
1 – Rômulo Bottrel – 194 pontos
2 – Felipe Legarrea – 160 pontos
3 – Felipe Carlette – 128 pontos
4 – Rodrigo Corsi – 66 pontos
5 – Lucas Marques – 40 pontos

E4
1 – Anderson da Luz – 167 pontos
2 – Tiago Wernersbach – 160 pontos
3 – Ronald Santi – 138 pontos
4 – Fernando Pereira – 133 pontos
5 – Marcos Souza – 122 pontos

EJúnior
1 – Patrik Capila – 193 pontos
2 – Vinícius de Sá – 168 pontos
3 – Willian Lauers – 149 pontos
4 – Washington Pereira – 98 pontos
5 – Leôncio Kruger – 36 pontos

EFeminina
1 – Maiara Basso – 100 pontos
2 – Bárbara Neves – 84 pontos
3 – Tainá Aguiar – 76 pontos
4 – Marcely Cazadini – 66 pontos
5 – Livia Batistine – 64 pontos

E35
1 – Nielsen Bueno – 150 pontos
2 – Anderson Vieira – 135 pontos
3 – Igor Reolon – 100 pontos
4 – Tiago Bellaver – 88 pontos
5 – Diogo Resende – 88 pontos

E40
1 – Fernando Teixeira de Carvalho – 156 pontos
2 – Adriano de Ávila – 122 pontos
3 – Sidnei Siquela – 119 pontos
4 – Cassiano Tebaldi – 100 pontos
5 – Jober Zambaldi – 47 pontos

E45
1 – Laurindo Filho – 173 pontos
2 – Rodrigo Alcy – 155 pontos
3 – Pélmio Simões – 147 pontos
4 – Maurício Fernandes – 139 pontos
5 – Evandro Bozetti – 48 pontos

E50
1 – Marcos Benvenutti – 108 pontos
2 – Romeu Enrich – 103 pontos
3 – Milton Coelho – 76 pontos
4 – Levi Tesch – 50 pontos
5 – Fábio Campos – 50 pontos

EAmador
1 – Gabriel Bellaver – 185 pontos
2 – Agenor dos Santos – 142 pontos
3 – Lucas Colombo – 115 pontos
4 – Roberto Theodoro – 105 pontos
5 – Uiliam Brunetta – 51 pontos.

Jornalista responsável: Ângela Monteiro