Equipe Honda Racing conquista pontos importantes na terceira etapa da competição, realizada em Fama (MG)

Gustavo Pessoa, piloto de Motocross da equipe Honda Racing, na terceira etapa do Brasileiro de Motocross. Crédito: William Lucas/Mundo Press

O paulista Gustavo Pessoa venceu a terceira etapa seguida da categoria MX2 no Campeonato Brasileiro de Motocross, neste domingo (6). A equipe Honda Racing também segue líder da Elite, que reúne os pilotos mais rápidos da competição, após o segundo lugar do equatoriano Jetro Salazar na corrida da categoria. As disputas tiveram como palco a pista da Arena Fama, em Minas Gerais, com grande presença do público e belo visual da Represa de Furnas.

Pela categoria MX1, o paulista Hector Assunção alcançou a quarta posição na soma das duas baterias e deixou escapar a liderança, pois agora ocupa o quarto lugar na tabela. Em contraponto, Salazar ficou em terceiro na etapa mineira e assumiu a vice-liderança da MX1, apenas três pontos atrás do espanhol Carlos Campano. O catarinense Lucas Dunka, da classe MX2, fechou o fim de semana em sétimo lugar e está em quarto na briga pelo título.

As provas foram marcadas por sol e muito calor. Além de lotar as arquibancadas da Arena Fama, o púbico também acompanhou as corridas a partir de barcos e motos aquáticas espalhados pela represa. Salazar e Assunção aceleram as motocicletas Honda CRF 450R, ao passo que Pessoa e Dunka competem com a CRF 250R.

“Foi um fim de semana muito puxado, mas no final deu tudo certo. Consegui um bom acerto na motocicleta e fui bastante confiante para as provas. Há muita coisa pela frente no Brasileiro de Motocross e vou seguir trabalhando duro para continuar líder da MX2, de preferência invicto”, disse Gustavo Pessoa.

Salazar destacou o equilíbrio na pista. “O campeonato está muito embolado, na MX1 a diferença entre os quatro primeiros colocados é de apenas oito pontos, então quem quiser ser campeão não pode errar. Vou me preparar bastante para isso não acontecer e eu voltar a vencer nas próximas etapas. De qualquer forma, subi na classificação da MX1 e sigo em primeiro pela Elite, então foi um bom final de semana “, analisou o piloto, que já foi campeão brasileiro, equatoriano, peruano e latino-americano de motocross.

O companheiro de equipe Hector Assunção também está de olho nos próximos desafios e no título da MX1, que é inédito em sua carreira. “O campeonato está bem equilibrado e isso mostra quão alto é o nível da categoria MX1. Cada etapa um piloto ganha, então está bem imprevisível. O que quer dizer que nada está perdido ainda, vamos continuar treinando para buscar as vitórias”, concluiu Assunção, detentor de seis títulos nacionais.

A quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross será realizada nos dias 9 e 10 de junho, em Nova Alvorada do Sul (MS). A equipe Honda Racing de Motocross conta com o patrocínio de Honda, Alpinestars, Bell, D.I.D e Mobil.

Campeonato Brasileiro de Motocross – 3ª etapa

Fama (MG)
Resultados das corridas Elite
1 – Paulo Alberto
2 – Jetro Salazar – Honda CRF 450R
3 – Carlos Campano
4 – Hector Assunção – Honda CRF 450R
5 – Eduardo Lima

MX1 (soma das duas baterias)

1 – Paulo Alberto

2 – Carlos Campano

3 – Jetro Salazar – Honda CRF 450R

4 – Hector Assunção – Honda CRF 450R

5 – Eduardo Lima

 

MX2 (soma das duas baterias)

1 – Gustavo Pessoa – Honda CRF 250R

2 – Fábio Santos

3 – Pepê Bueno

4 – Leandro Araújo

5 – João Pedro Ribeiro

 

Classificação do Brasileiro de Motocross após duas etapas

Elite

1 – Jetro Salazar – Honda CRF 450R – 47 pontos

2 – Paulo Alberto – 43 pontos

3 – Carlos Campano – 40 pontos

4 – Hector Assunção – Honda CRF 450R – 40 pontos

5 – Jean Ramos – 28 pontos

 

MX1

1 – Carlos Campano – 107 pontos

2 – Jetro Salazar – Honda CRF 450R – 104 pontos

3 – Paulo Alberto – 102 pontos

4 – Hector Assunção – Honda CRF 450R – 99 pontos

5 – Jean Ramos – 82 pontos

 

MX2

1 – Gustavo Pessoa – Honda CRF 250R – 97 pontos

2 – Pepê Bueno – 82 pontos

3 – Fábio Santos – 72 pontos

4 – Lucas Dunka – Honda CRF 250R – 70 pontos

5 – Leandro Davids – 63 pontos.


Jornalistas responsáveis: Ângela Monteiro / André Carvalho