A corrida dos “500 quilômetros” em Interlagos no último sábado, dia 02, não foi fácil para o catarinense Kreis Jr., pois um acidente logo na segunda volta da prova acabou com todas as pretensões do piloto de Jaraguá do Sul.

Forest, Kreis e Borlenghi

Kreis Jr. formou trio com Lucas Foresti (piloto da Stock Car) e Giulio Borlenghi (piloto do Campeonato Brasileiro de Turismo), que estava ao volante do carro no momento do acidente e não pode fazer nada ao encontrar um adversário no meio da pista.

No treino classificatório o trio conquistou a 9ª posição dentre os 31 carros participantes, porém o acidente obrigou o Porsche 71 a ficar por 25 voltas nos boxes enquanto os mecânicos faziam os reparos e trocavam as peças.

“Apesar do acidente, que frustrou nossas expectativas, saio de Interlagos muito feliz pela experiência e pela oportunidade. Estou muito contente e satisfeito por ter guiado pela primeira vez um carro do GT3 Cup, que é bem mais forte e rápido do que o Porsche da Challenge, onde fui campeão em 2014. Ele tem cerca de 60 cavalos a mais de potência e a distância entre eixos e a largura do carro é maior, o que dá mais aderência. Além disso, tivemos um altíssimo nível técnico nesta prova com mais de 12 pilotos da Stock Car competindo”, disse o piloto.

O catarinense destacou que acreditava na conquista do pódio, se não fosse pelo acidente.

“Tivemos a frente do carro bastante prejudicada, tivemos que trocar radiador, para choque e fazer uma série de ajustes no carro, e tenho certeza que se não tivesse ocorrido este acidente nós brigaríamos pelo pódio, pois conseguimos um excelente acerto para o carro. De qualquer forma aproveitamos a corrida para nos divertir e conseguimos completar a prova, inclusive fazendo uma das voltas mais rápidas da corrida. Aproveito a oportunidade para agradecer aos meus fãs, aos amigos, aos patrocinadores e a imprensa, desejando um Feliz Natal e um excelente Ano Novo. Até 2018”, encerrou Kreis Jr., que tem o patrocínio da Raumak Packaging eCVC.

Texto: F2 Assessoria & Comunicação